E aí, presidente?

 “Se eu jogasse bem sempre, não estaria no Brasil”, diz Andres D'Alessandro. Queria muito saber o que pensa disso o presidente de fato do Inter, Fernando Carvalho, um dirigente que é de fato diferente da média, mas que vem metendo os pés pelas mãos. Quando contratou o argentino ele sabia que o cara ia jogar bem só de vez em quando?

Tem mais: Kleber joga bem sempre, e está no Brasil. André Santos joga bem sempre e está no Brasil. Marcos joga bem sempre e está no Brasil. No Inter, ali do lado dele, falando a mesma língua que ele e com o coração da mesma cor, tem o Guiñazu, que joga bem sempre e está no Brasil.

O problema, aliás, não é não jogar bem sempre. É não jogar bem nunca, desde que deixou o River Plate. Parece que D'Alessandro veio ao mundo só para afundar o Corinthians em 2003.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo