E agora, professor?

 Falta elenco para o Palmeiras, e o time agora vai pagar não só por isso, mas também por ter demorado a montar o time em 2009. O Verdão tem titulares como Fabinho Capixaba e Cleiton Xavier. Que dizer, então, de seus reservas? E sua defesa, que, é verdade, vem se acertando, poderia já estar acertada há tempos se tivesse ficado ao menos um zagueiro do ano passado.

Na próxima rodada, o Palmeiras joga com a LDU em casa, e deve vencer. Se isso acontecer, vai a sete pontos, mesmo número que hoje têm os líderes, e pode até chegar ao segundo posto se houver vencedor no outro jogo, Sport e Colo-Colo em Recife. Neste quadro, se os pernambucanos vencerem, e têm tudo para isso, chegam a 10 pontos, e eliminam a LDU, garantindo, com isso, um último jogo mais tranqüilo – no qual vão brigar pelo empate.

Se empatar em Recife, os líderes vão a 8, e o Palmeiras – claro, se vencer mesmo – ficaria com um a menos. Ou seja: para se classificar, até pelo saldo do Colo-Colo, que é superior, é muito provável que a equipe de Luxemburgo tenha que bater o Cacique em sua casa. O que, hoje em dia, parece muito pouco provável.

O ano Verde parece estar indo para o buraco e, desta vez, Vanderlei Luxemburgo não tem culpa. Quando é que vai acabar o salvo conduto do “Professor”? Se o presidente do Palmeiras não é culpado por ter montado o time aos 45 do segundo tempo e com um monte de jogadores que poderiam ou não estourar – e, claro, alguns estouraram e outros, a maioria, não – quem é?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo