Dynamo: ucraniano sem passaporte

Um clichê verdadeiro sobre eles
“O Dynamo Kiev só se dá bem na Ucrânia, fora, parece o Corinthians”. Apesar de já ter feito boas campanhas na Liga dos Campeões, os últimos retrospectos são terríveis para a torcida. Mesmo com um bom time e muita tradição, Dynamo tem falhado constantemente na fase de grupos da LC, perdendo para adversários mais fracos e sido o último colocado de sua chave.

Na pré-temporada
O Dynamo Kiev, diferentemente de outras temporadas, fez poucas contratações neste ano. Destaque apenas para as chegadas do senegalês Pape Diakhaté (Z, Nancy-FRA), o guineano Ismaël Bangoura (A, Le Mans-FRA) e do brasileiro Michael (M, Palmeiras-BRA) – todas contratação mais com aspecto de apostas. Além disso, emprestou alguns jogadores que não estavam sendo aproveitados no time titular, casos de Florin Cernat (M, Hajduk Split-CRO) e Maris Verpakovskis (A, Hajduk Split-CRO).

Quem é o rival mais encardido?
Na Ucrânia a bipolarização entre Dynamo Kiev e Shakhtar Donetsk é total. Os rivais dominam o futebol do país há décadas e não dão espaço para outros times. O Shakhtar quebrou a hegemonia do Dynamo nos últimos anos e aumentou ainda mais a rivalidade entre os dois. Neste ano, assim como na última temporada, os dois maiores rivais ucranianos estão na disputa da fase de grupos da Liga dos Campeões – a diferença é o enorme investimento feito pelo time de Donetsk para a temporada: mais de € 60 milhões.

O técnico faz diferença?
Anatoliy Demyanenko não tem qualquer credibilidade com a diretoria. Apesar de ter levado a equipe à conquista do Campeonato Ucraniano, Copa da Ucrânia e Supercopa da Ucrânia na última temporada, o polêmico presidente Igor Surkis fez de tudo para trocá-lo na pré-temporada. Convidou alguns treinadores estrangeiros, entre eles Fabio Capello, mas não conseguiu convencer ninguém a encarar Kiev. Com isso, Demyanenko segue à frente do time. Adepto do 4-4-2 sem muitas novidades, o técnico, no cargo desde 2005, não agrega muita coisa ao time.

Nisso, eles são bons…
O sistema defensivo é o melhor setor do Dynamo Kiev. Com o experiente goleiro da seleção ucraniana Oleksandr Shovkovsky, a defesa teve sua base mantida das últimas temporadas e ainda ganhou o reforço de Diakhaté. Com isso, os zagueiros Rodrigo, Gavrancic e Vaschuk, além dos laterais El Kaddouri e Nesmachniy garantem certa eficácia. Contam também com um bom apoio da dupla ou trio de volantes, normalmente escalada pelo técnico Demyanenko.

…mas nisso, de vez em quando, fazem presepada
Já o ataque do Dynamo não é dos melhores. A chegada de Bangoura, que tem feito muitos gols no Campeonato Ucraniano, pode ser um alento, já que os números do time na última LC falam por si só: marcou apenas cinco gols em seis jogos.

O líder do time?
O experiente meia-atacante Serhiy Rebrov é a alma do Dynamo Kiev. Aos 33 anos, Rebrov não é mais o mesmo jogador que encantou o mundo ao lado de Andriy Shevchenko, no Dynamo do começo dos anos 90, mas continua marcando seus gols e carrega a braçadeira de capitão da equipe.

Para se prestar atenção
Artem Milevskiy é a grande aposta do futebol ucraniano para os próximos anos. O jogador, de 22 anos e revelado pelas categorias de base do Dynamo, ganhou mais tempo de jogo na última temporada e neste ano tem tudo para ganhar destaque internacional. Sua presença na seleção ucraniana já é uma constante – ele esteve, inclusive, no elenco que foi à Copa de 2006.

O pesadelo da torcida
O Dynamo não tem um jogador específico que deixa a torcida de cabelo em pé. O elenco é bem homogêneo e repleto de bons jogadores, sem grandes destaques. Os torcedores ficam com medo mesmo é das péssimas atuações que o time tem feito nos últimos anos na Liga dos Campeões, quando costuma ser um dos piores do torneio.

As estatísticas na competição
O clube ucraniano já participou de 26 Ligas/Copas dos Campeões, chegando a três semifinais.
78V 36E 58D

No dia de abertura da competição, onde se diz que eles podem chegar?
O Dynamo Kiev é o típico caso de time que domina o cenário nacional e vai muito mal fora do país. A terceira colocação, que dá vaga na Copa Uefa, está de bom tamanho para a equipe.

Para as casas de apostas?
200/1 (William Hill, no fim de agosto)

Ficha
Nome: футбольный клуб Динамо Київ (Football Club Dynamo Kyiv)
Ano Fundação: 1927
Melhor colocação na LC: semifinais, em três vezes
Posição no ranking da Uefa: 66º
Como chegou à vaga: atual campeão ucraniano. Na terceira fase preliminar eliminou o Sarajevo-BOS (1×0 e 3×0)

GRUPO F
Manchester United – ING
Roma – ITA
Sporting – POR
Dynamo – UCR

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo