Direito de permanecer calado

Mais um treino da Seleção, mais torcedores aprontando das suas. Nesta terça-feira, véspera de Brasil x Uruguai, alguns poucos fãs, em sua maioria sócios do São Paulo Futebol Clube ou parentes das dezenas de empresas que trabalhavam nos últimos ajustes do Morumbi para a partida acompanhavam o reconhecimento de campo.

Como aconteceu na segunda, não foram poucos os que tentaram interagir com o time. Além de gritar os nomes de Kaká, Josué, Mineiro e Luís Fabiano, ex-ídolos locais, um pequeno grupo de garotos não parava de gritar os nomes de Rogério Ceni e Muricy Ramalho. Sempre que acabava o coro, caíam na gargalhada. Estavam ali só para tirar onda.

Em determinado momento, um policial militar, acompanhado de um senhor de terno – foi interpela o grupo e ameaçou levá-los para a delegacia se continuassem a bagunça. Os policiais, sob ordem do chefe de segurança da CBF, desistiram de fazer qualquer coisa depois que perceberam que pouco poderiam fazer a respeito.

O treino continuou e a tiração de sarro também.

CURTAS

– A imprensa noticiou algumas “melhorias” no Morumbi para o jogo desta quarta. Exaltou a colocação de uma cobertura de acrílico para proteger os torcedores que ficarem na arquibancada inferior (vulga geral) de alguma eventual chuva – de água ou de bandeirinhas. Também falaram da colocação de monitores de LCD de mais de 50 polegadas em diversas partes das arquibancadas inferiores.

O que poucos (ou ninguém) falaram é que essa estrutura toda só está sendo montada porque o anel inferior será ocupado quase que totalmente por VIPs e convidados de grandes empresas. Muito provavelmente toda essa estrutura será retirada após o jogo do Brasil. E toda essa maquiagem custou uma fortuna, perto dos R$ 300 mil.

– Enquanto isso, na sala de imprensa do estádio – considerada pela Fifa em seu relatório como adequada –, há apenas dois televisores do tempo dos Afonsinhos e muito mais gente do que lugar para se trabalhar. Sem falar que a vista lá de baixo é das piores.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo