Diego Buonanotte: Brilho no Superclásico

Dizem que um jogador só pode ser considerado grande após brilhar em um clássico ou decisão. Antes disso, ele é apenas bom. Se os ditados do futebol estão corretos, a Argentina já pode começar a se preparar para uma nova estrela: o engache Diego Buonanotte, de 19 anos.

Desacostumado a integrar o elenco da equipe principal do River Plate, esse garoto de apenas 1,60m foi escalado como titular no último jogo contra o Boca Juniors. O posto de figurante destinado a esses garotos estreantes não fui suficiente para ele, o nome de maior destaque do superclássico.

O jogo que colocou Buonanotte nas graças da torcida millonaria foi apenas o quarto do atleta com a camisa do time A do River. Em campo, sofreu um pênalti, convertido por Ariel Ortega, e deu um drible antológico em Néri Cardoso. O resultado da partida? 2 a 0 para o time de Daniel Passarella.

A vitória no superclássico aliviou um pouco as duras críticas da torcida do River Plate diante do fraco futebol apresentado pelo time no Apertura 2007. Uma rodada entes, o clube de Buenos Aires havia levado 4 a 1 dos Argentinos Juniors, mesmo placar da goleada sofrida diante do Tigre, sensação da temporada.

Mas, quem ficou com a maioria dos louros da vitória foi justamente Buonanotte, que foi lançado por Passarella em um “ato de desespero” para tentar melhorar a situação do time –outros jovens, como Matias Abelairas, Nicolás Domingo e René Lima, também ganham mais espaço a cada dia.

E ele quase desistiu…

A mais nova estrela do River Plate por pouco não foi buscar espaço em outro clube. Apesar de ainda ser muito jovem, Buonanotte cogitou deixar o time millonario por não receber chances na equipe principal. As chances, no entanto, vieram antes que ele pudesse concretrizar o seu plano.

Mas o nome do jogador era conhecido pela torcida do River muito antes dele “arrebentar” no superclássico e cair nas graças do clube. Ainda no ano passado, a Adidas, empresa que fornece material espotivo à equipe, estampou a imagem de Buonanotte ao lado da do goleiro German Lux e do meia-atacante Marcelo Gallardo em um outdoor.

“Falavam muito de mim, mas ninguém havia me visto jogar. Então, eu entrava nos Reservas [uma espécie de time B] e tentava mostrar tudo. Assim, as coisas saiam muito mal”, afirmou o atleta., sobre o interesse repentino por seu futebol.

Se a fama não foi suficiente para firmar Buonanotte no time principal do River, ajudou, pelo menos, a fazer a sua estréia. No dia 9 de abril de 2006, ele, então com 17 anos, participou da vitória por 3 a 1 sobre o Instituto.

¼ de Messi

Lionel Messi, principal nome do futebol argentino e um dos grandes do planeta na atualidade, deixou o seu país natal ainda na adolescência por ser pequeno demais, franzino demais e não encontrar um clube disposto a bancar o sei tratamento de crescimento e fortalecimento muscular. Com isso, acabou cruzando o Atlântico e foi parar no Barcelona.

Assim como Messi, Buonanotte também sofreu, e ainda sofre, com uma condição física desfavorável. A diferença é que o River Plate acreditou no potencial do jogador e está “patrocinando” o seu desenvolvimento.

O jovem talento millonario, que veste ainda uma camisa de tamanho extrapequeno, tem 1,60m de altura e 59 kg, seis a mais do que tinha no início do programa de fortalecimento.

Buonanotte tenta driblar essa deficiência com muita habilidade e uma técnica apurada. Muitas vezes, consegue, quase sempre fugindo das trombadas dos zagueiros. Quando a dividida é inevitável, geralmente acaba no chão, como outro atleta a quem é comparado: Pablo Aimar, atualmente no Zaragoza, um famoso “cai-cai”.

Mesmo comparado a tantas feras, o jogador ainda não se considera um craque, o que se levarmos em consideração a sua carreira é bastante natural. Em uma entrevista ao diário “Olé”, ele disse que:

“Craques são Messi, Agüero, Aimar, D’Alessandro. Eu sou só ‘um quarto do Messi’. Tenho que jogar muitas partidas como a de domingo [o superclássico] para ganhar experiência”.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo