Deputado diz que quatro estádios da Copa ficarão ociosos

O deputado federal Sílvio Torres (PSDB-SP), que preside a Subcomissão da Copa de 2014, alertou nesta quinta-feira que pelo menos quatro dos estádios que serão construídos para o evento gerarão perdas desmesuradas.

Torres disse em discurso que os futuros estádios das cidades de Brasília, Cuiabá, Manaus e Natal ficarão “ociosos” depois do Mundial e, por isso, os Governos estaduais não terão retorno dos investimentos, informou a “Agência Câmara”.

O Tribunal de Contas, disse Torres, já indicou no estudo que fez sobre a sustentabilidade dos estádios sedes da Copa que estes quatro vão ficar ociosos, o que significa que terão de ser pagos com dinheiro público, porque os custos de manutenção são altos.

Segundo este relatório, nenhuma dessas quatro cidades poderá manter os estádios nem com eventos esportivos – já que nenhuma delas conta com equipes de futebol da Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro – nem com outros eventos culturais.

O deputado destacou um relatório do Tribunal de Contas que assinala que esses quatro estádios exigirão investimentos públicos por R$ 2 bilhões e considerou que ainda há tempo para reduzir o número de sedes, que serão 12 segundo a Fifa.

Para Sílvio Torres, o caso mais exagerado é o de Brasília, já que o futuro estádio Nacional, que será construído 'do zero' sobre os escombros do Mané Garrincha, vai custar R$ 720 milhões e terá capacidade de 70 mil espectadores, o que não será aproveitado por nenhuma equipe.

Torres apontou também Fortaleza e Recife, que segundo ele estão em uma situação intermediária e que também poderiam dar prejuízos aos cofres públicos.

Além dessas seis cidades, serão sedes da Copa Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador. (EFE)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo