Compras da semana

A sexta-feira chega sempre animada, assim como o mercado do futebol. Os clubes da Europa já estão de olho em contratações para a próxima temporada. No Brasil, os times ficam de olho na rebarba, aqueles jogadores que vão querer voltar ao país saindo do mercado europeu, no meio do ano.

Um deles é Diego Lugano, desejado pelo São Paulo, clube que o projetou. Atualmente no Fenerbahçe, o zagueiro uruguaio, capitão da Celeste na Copa do Mundo de 2010, está também na mira da Roma. Quem leva?

Ainda na Itália, a Internazionale pensa em reforçar o seu elenco com mais uma contratação local. Depois das três de janeiro (Giampaolo Pazzini, da Sampdoria, Houssini Kharja, do Genoa, e Yuto Nagatomo, do Cesena), os nerazzurri querem Gastón Ramírez, meio-campista uruguaio que tem se destacado.

De quem se espera uma grande movimentação no mercado de verão europeu é da Juventus. A Vecchia Signora passa por uma fase terrível que nem de longe lembra aquele time tão forte nacional e internacionalmente que todos acostumaram ver.

Então, para começar, que tal um jogador de brio, raça, vontade? O nome é Javier Mascherano, do Barcelona. Aliás, reserva do Barcelona. Que tal ajudar a reconstruir a Juventus, Chefito? É o que aposta o clube bianconero para levá-lo para lá. Mascherano e Felipe Melo. Amigo, eu não queria ser um meia que jogar contra a Juventus.

Não só de volantes vive um time, não é? Por isso, Michel Bastos, do Lyon, é outro alvo da Juve. O meia [Dunga, onde você achou que ele é lateral? – o editor] é cotado em diversos mercados, mas a Juve pode ser o destino do brasileiro.

Para manter a tradicção bianconera de sempre contar com muitos jogadores italianos e de destaque, o time está de olho em um baixinho. É Giuseppe Rossi, do Villarreal, um dos maiores destaques da equipe espanhola na temporada. Dizem que Andrea Agnelli estaria disposto a abrir o cofre por ele. Quanto? Não se sabe. Mas um ou outro jogador pode ser incluído no negócio para facilitar.

Para o ataque, a Juventus já trouxe Alessandro Matri e Luca Toni, mas quer ainda mais. O nome para vestir a camisa 9 do time é Dimitar Berbatov, do Manchester United. Apesar de ser o artilheiro do Campeonato Inglês, o búlgaro tem ficado no banco de Chicharito Hernández, o que pode levá-lo a considerar a proposta da Juve.

Uma das opções para o ataque é também o argentino Gonzalo Higuaín, do Real Madrid. Apesar de ser um jogador importante na equipe madridista, os bianconeri pretendem gastar cerca de € 20 milhões para levar o jogador para Turim. É de se considerar, hein Real Madrid?

Aliás, o Real Madrid não pode ficar fora do mercado. Sempre gosta de causar movimentação. Desta vez, o time de José Mourinho estaria de olho em um meio-campista completo. O nome? Marouane Fellaini, do Everton. O meia belga, de 23 anos, é considerado uma das melhores revelações do futebol belga nos últimos anos.

Outro jogador desta estirpe que está na mira dos blancos é o italiano Daniele De Rossi, da Roma. O jogador é protagonista tanto nos giallorossi quanto na Azzurra e tem qualidades como marcador e como apoiador. E dizem que o Real Madrid prepara uma proposta de € 25 milhões para tentar tirar o jogador da Roma, que sempre dificulta sua venda.

O rival Barcelona estaria de olho em uma contratação de menos impacto: Andrea Dossena, do Napoli. O problema é que Dossena deve saber que, em condições normais de temperatura e pressão, ele seria apenas um reserva. Se tanto. Porque além de Eric Abidal, que é o titular teórico da posição, ainda há a concorrência com os brasileiros Maxwell e Adriano.

Maxwell, aliás, pode estar de saída dos Blaugranas. O jogador deixou a entender que aceitaria voltar para o Ajax, clube que o projetou no cenário europeu. Só que ele teria um problema. E bem sério. Teria que conseguir acabar com a presença de Anita. Vournon Anita, lateral esquerdo titular do time de Amsterdã.

Falando em futebol holandês, o Bayern Munique pode fazer o zagueiro brasileiro Breno passar pelo processo de amadurecimento em outro lugar. E o destino seria o PSV, que já consagrou Gomes e Alex para o futebol europeu. Ele poderia ficar emprestado para ganhar experiência, já que os bávaros pagaram uma grana alta no garoto.

E se a Holanda é assunto, falemos então de um dos principais jogadores holandeses: Arjen Robben. Crescem as chances de ele sair do Bayern Munique. Por quê? Simples: ele já disse que não quer jogar a Liga Europa e a disputa por uma vaga na Liga dos Campeões na Alemanha está ferrenha. É possível que o clube bávaro fique fora. É o que torce o Milan, que quer trazer o jogador para reforçar o seu elenco. A questão é: Silvio Berlusconi estaria disposto a gastar seus milhões? Por que o Bayern pode até aceitar vendê-lo, mas tem que pagar uma grana razoável.

E se um holandês chega, outro pode sair. Clarence Seedorf já disse algumas vezes que gostaria de jogar no futebol inglês. Bom, parece que terá uma chance. O Leicester, do técnico Sven Goran Eriksson, quer o meia. Será que ele aceita trocar o Milan pelo Leicester na segunda divisão inglesa?

Sair do Milan pode ser o destino de Zlatan Ibrahimovic. Isso porque o Manchester City estaria disposto a gastar uma boa dose de seus milhões oriundos do petróleo para levar o sueco para a parte azul de Manchester. Dependendo da proposta, o Milan pode considerar a hipótese…

Isso porque pensa em trazer de volta um dos seus ídolos recentes, o brasileiro Kaká, que tem passagem apagada pelo Real Madrid, além de conviver com um sem número de lesões. Só que, sabemos, para isso teria que desembolsar uma grana. E de onde viria? Da venda de Ibrahimovic, por exemplo. Até porque tem o Alexandre Pato lá para fazer as vezes de atacante de área. Não?

No futebol inglês, o zagueiro Gary Cahill é disputado a tapa. O zagueiro do Bolton é alvo do Liverpool, com sua nova política de gastar dinheiro com contratações, Arsenal, que precisa de jogadores com experiência, e Bayern Munique, que precisa de qualquer zagueiro, porque os que estão lá complicam. Resta saber: quem paga mais?

O Tottenham de Harry Redknapp quer o volante escocês Charlie Adam, que foi muito cotado no Liverpool e mesmo nos Spurs na janela de transferência de janeiro. Os Reds podem entrar na disputa, mas o Tottenham está na briga para levá-lo ao White Hart Lane.

Um jogador que pode ser bastante disputado é Ashley Young, jogador do Aston Villa. Nada menos do que Liverpool e Manchester United estariam se digladiando pelo meia, que joga na posição chamada pelos ingleses de “winger”.

A Rússia, que entrou no noticiário brasileiro em janeiro com a contratação de Roberto Carlos, Jucilei e Diego Tardelli, pode ter mais um brasileiro. Segundo dizem, Wellington Paulista, do Cruzeiro, pode ir para o Spartak Moscou, do seu quase xará Welliton, artilheiro das duas últimas temporadas no país. Será que ele aceitaria ir para a Rússia e muito provavelmente ser apenas um reserva?

Por fim, José Mourinho continua sendo um nome muito falado no Chelsea. O próprio português declarou seu amor pela Premier League e os blues podem querer aproveitar isso para repatriá-lo. Só que isso só será possível após o final do seu contrato, segundo palavras dele mesmo, daqui a três anos. Isso, claro, se não bater aquele desespero no Real Madrid que sai demitindo todo mundo e mandando meio time embora.

Por enquanto é só. Semana que vem tem mais!

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo