Chelsea: Espetáculo, pra quê?

por Marcel Leite

Dez pontos em doze possíveis e liderança isolada da Premier League: o que se esperar de um time com esse retrospecto? Espetáculo? Espetáculo não parece ser a palavra de ordem em Stamford Bridge, pelo menos nesse início de Premiership.

Passadas quatro rodadas, o Chelsea lidera o campeonato inglês com dez pontos, seguido de perto por Manchester City, com nove, e Arsenal e Liverpool com sete (ambos com um jogo a menos). Liderança alcançada graças à derrota do City, em Londres, para o Arsenal, e a vitória sobre o Portsmouth em Stamford Bridge.

Apesar de líder, o futebol apresentado pelo time do José Mourinho não é dos melhores. A defesa sólida, que se tornou a principal característica do time nas campanhas dos títulos, não é a mesma. Há brechas que antes não existiam e, mesmo com o capitão John Terry e o goleiro Petr Cech, a segurança passada anteriormente está em falta. Prova disso é que em quatro partidas disputadas já foram sofridos quatro gols, os mesmos quatro gols que só seriam tomados na décima-terceira rodada da campanha do primeiro título da era Mourinho.

Outro aspecto que preocupa é a displicência de Frank Lampard, que por muitas vezes some do jogo e nem de longe aparenta ser aquele Lampard que conduziu o Chelsea ao bicampeonato inglês e que foi eleito, pela FIFA, o segundo melhor jogador do mundo, ficando atrás apenas de Ronaldinho na ocasião.

As constantes escalações de Michael Essien fora de posição podem ser consideradas outro fator que prejudica o rendimento da equipe. Volante de origem, Essien vem ocupando posições mais defensivas desde a última temporada, quando o time sofria de “escassez” de zagueiros e nessa vem sendo aproveitado na lateral-direita. É visível que o futebol do ganês nessas posições é extremamente inferior ao do mesmo atuando no meio campo, com isso o rendimento deste setor do Chelsea também se torna inferior.

Mesmo com esse futebol muitas vezes sonolento e sem muito espetáculo, mas com eficiência, o Chelsea vai liderando uma das mais difíceis ligas européias, resta saber se e até quando essa sonolência irá manter os Blues no topo da tabela.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo