Sem categoria

Calderón: ´´Sentimos um grande vazio pela perda de Puskas´´

“Este é um dos dias mais tristes para nós”. Desta forma, Ramón Calderón, presidente do Real Madrid, reagiu ao saber da morte de Ferenc Puskas, ocorrida nas primeiras horas desta sexta-feira. O húngaro foi um dos principais jogadores da história do time merengue.

“Puskas foi um jogador que marcou época em uma linha de frente mítica. Ele deixou muitos amigos por ser um homem querido por todos, admirado como profissional e como pessoa”, afirmou o dirigente. O húngaro teve como companheiros de equipe Di Stéfano e Gento, dois dos maiores jogadores da época.

Contratado em 1958, Puskas defendeu o clube até 1967. Nestes nove anos, o húngaro marcou 324 gols em 372 jogos e ajudou o clube a conquistar seis campeonatos espanhóis, uma Copa da Espanha, três Copas dos Campeões e um Mundial Interclubes.

“Lembro-me dos gols dele com muito carinho. Para os torcedores do Real Madrid, em especial os da mesma faixa etária que eu, sentimos um grande vazio pela perda de um dos ídolos de nossa infância. Gostaria de mandar um abraço para toda a família dele e amigos, em momentos tão dolorosos para todos”, disse Calderón.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo