Bolton: Novo técnico, outro tropeço

por Vinícius Pinheiro Lereu

Para a felicidade da torcida, em acordo amigável com diretoria, Sammy Lee deixou o clube. Ele havia perdido o controle do elenco, que já não respondia às suas orientações. Chegou Archie Knox, experiente técnico escocês, de 60 anos. Ainda é considerado interino, mas merece confiança, mesmo iniciando com derrota.

Em jogo difícil contra o líder Arsenal, o Bolton conseguiu segurar o clube londrino durante aproximadamente 68 minutos. Mas, próximo do final, acabou cedendo à força de ataque do adversário duas vezes. O Bolton jogou mal, finalizando apenas uma vez. Aliás, longe da meta. Méritos também para o adversário, que fez boas substituições, desamarrando o jogo.

Poucos jogadores foram bem. Jääskeläinen fez grandes defesas. Ivan Campo mostrou grande disposição e força. McCann também correu muito. O Bolton foi sim um time defensivo, mas fez o que tinha que fazer. Se jogasse no ataque provavelmente levaria uma goleada.

No momento é o lanterna, com cinco pontos. O penúltimo é o Derby com um ponto a mais. O campeonato está bem disputado, principalmente na parte de baixo. Nada é certo. Clubes como Middlesbrough e Tottenham também amargam posições difíceis.

Esta semana também o Bolton estréia na fase de grupos da Copa Uefa. Encara o Braga, em casa. Os jogos mais difíceis serão fora de casa, enfrentando Bayern de Munique e Estrela Vermelha. Contra o Aris, da Grécia, os Trotters também jogarão em seu campo. Para garantir uma classificação o Bolton deverá fazer o resultado em casa e conseguir o empate no campo do adversário.

Parece estranho, mas nada está perdido ainda. Pelo menos para um “pobre coitado” que segue escrevendo sobre seu time querido.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo