Bloguismos

Nesta semana, de propósito, dei a cara pra bater aqui no blog. Falei várias coisas que eu realmente acho, mas que sabia que iam encher o saco de alguns. Numas de movimentar a discussão. Mas não vou mais fzer isso. Porque as pessoas não sabem ler.

Alguns exemplos: quando falei sobre o Atlético-PR, deixei claríssimo que não estava dizendo que o time não é bom, mas que simplesmente ainda não foi testado, ou seja, não dá pra dizer que é bom. E nem que não é! Aí o cara comenta dizendo que acha que eu não devia falar sobre um time que eu não vi jogar. Claro que eu não devia. Por isso é que eu não falei. Mas o cara é torcedor, e torcedor não sabe ler, entende o que quer entender. A mesma coisa com o Cruzeiro, time que todo ano eu falo que vai bem e todo ano quebro a cara. Não falei que o time não é bom, só que ainda não foi testado.

Volto aos temas, entretanto, porque quero retificar uma previsão: o Grêmio não é favorito a mais nada, a não ser aos “Prêmios Várzea” de 2008. Mandar embora um técnico que comandou o time em seis partidas, ganhou quatro e não perdeu nenhuma não é só burrice, é desonestidade. Salvo, é claro, se houver algo por trás que não foi divulgado.

O Grêmio, com isso, mostra que sua direção, ao contrário do que se pensava, não evoluiu com o rebaixamento. Teve sorte quando aquele coitado do Náutico perdeu o pênalti, e teve sorte de encontrar um cara como Mano Menezes. Parece ter sido só. O Tricolor gaúcho, que nos últimos dias recheou seu elenco de valores que podem muito bem fazer bonito em Porto Alegre, voltou ao grupo dos times sobre os quais não se sabe o que esperar. É uma pena.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo