As más fases de Fábio Costa

Eu fui convidado a comentar América-RN x Santos na CBN e aceitei. Durante a transmissão, um santista enviou um e-mail perguntando o que faltava para Fábio Costa ser goleiro da seleção: estabilidade emocional ou melhor marketing. Disse que o que faltava mesmo era qualidade, que ele faz boas defesas, mas falha muito também. Já foi assim no próprio Santos (primeira passagem) e no Corinthians. Além disso, ele já tinha quase 30 anos e Dunga não vinha convocando goleiros dessa idade.

Aparentemente, o torcedor santista não gostou da resposta e replicou: “ah, o Doni pode?” Não pode muito, mas um erro não justificaria outro. Bem, uma semana depois, Fábio Costa é barrado no Santos. O que reforça a tese de que o goleiro santista é bom, mas tem mais más fases do que o desejado.

Não estou querendo dizer que sou um gênio, até porque a maior parte dos torcedores brasileiros responderia que Fábio Costa não é goleiro de seleção. É senso comum, convenhamos. Esse comentário serve só para mostrar que o torcedor, às vezes, precisa ter um pouco mais de calma na hora de avaliar seu time.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo