As coisas mais pertinentes que lemos hoje

CBF não tem árbitros para o Brasileirão

Bom texto de Salvio Spinola, em seu blog na ESPN. O ex-árbitro discute o nível do apito no Campeonato Brasileiro e aponta para os problemas, com a falta de uma escala fixa, resultado dos erros constantes.

Conceito de jogo e resultado

Na Jovem Pan, Bruno Prado fala sobre o trabalho de Juan Carlos Osório no São Paulo, diante das opções do treinador e a forma como a diretoria abraçou os seus conceitos ao trazê-lo.

“Esquema Itaquera” funciona e Timão lidera. Desonestidade “jornalística”

Texto mais do que pertinente do Blog do Menon, no UOL. Diante das muitas acusações contra um esquema para beneficiar o Corinthians no Brasileirão, ele fala sobre o papel da imprensa em trabalhar apenas sobre os fatos.

Real Madrid vai contratar Kovacic; não porque precisa, mas porque quer

Marcelo Bechler fala sobre a última especulação no Santiago Bernabéu: a vinda de Mateo Kovacic, da Inter, visto como alternativa a Modric para os merengues.

Del Nero pode pedir licença do cargo de presidente da CBF

No Terra, Silvio Barsetti traz a informação de bastidor sobre a possível saída do dirigente paulista do comando da CBF. Ele teria o seu nome envolvido com o escândalo da Fifa e tem se ausentado dos compromissos na entidade desde então.

“CBF não pode ser tratada como um feudo”

Em entrevista ao Estadão, Raí conversa com o jornalista Raphael Ramos sobre a sua recém-lançada autobiografia, mas também sobre os rumos do futebol brasileiro e a política nacional.

Hagi com O Craiovano

O amigo João Vítor Roberge, do blog O Craiovano, teve a honra de conversar com Gheorghe Hagi, o maior craque da história do futebol romeno. Na conversa, ele fala sobre a sua carreira, a história do esporte no país e do futuro que se desenha.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo