Altos e baixos

A primeira rodada da Série A italiana poderia ser lembrada pelos golaços de Rosina (Torino) e Montolivo (Fiorentina), dois nomes que em breve serão pilares da seleção. Pela volta da Juventus em grande estilo, com goleada, ou ainda pelos 60 mil torcedores que foram ao San Paolo apoiar o Napoli em seu retorno à elite.

Talvez insatisfeitos por não terem o protagonismo, um técnico e um dirigente trataram de estragar tudo. Silvio Baldini, técnico do Catania, resolveu encerrar a discussão à beira do campo com o colega Mimmo Di Carlo, do Parma, com um chute no traseiro. A cena já seria ridícula em um campeonato de bairro. Na elite do futebol italiano, ainda mais.

Baldini foi expulso, será multado pelo clube e deverá levar uma séria punição do tribunal da Lega. É pouco. Deveria ser demitido e não trabalhar mais na temporada.

No jogo entre Reggina e Atalanta, o presidente da equipe de Reggio Calabria, Lillo Foti, jogou para o alto a discrição que o cargo exige. Após a marcação de um pênalti (de fato equivocada) para os visitantes, Foti foi flagrado pelas imagens da televisão gritando “vendido, vendido”, desde a tribuna.

De Catania, deveriam vir apenas bons exemplos, depois da morte do policial que manchou ainda mais a temporada passada. E da parte da Reggina, justamente um dos clubes punidos no ano passado por envolvimento em manipulação de resultados, um pouco de bom senso não faria mal.


(foto: La Repubblica)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo