Adriano

Quantas chances um jogador pode desperdiçar na carreira? Adriano parece disposto a tirar a prova. Depois de viver dias difíceis na Inter, chegando até a ser mandado de volta ao Brasil para dar a volta por cima, parecia que o atacante enfim tinha alcançado um nível razoável de maturidade, suficiente pelo menos para que ele pudesse ser novamente um jogador útil.

Pois ele jogou fora novamente. Quando Mourinho chegou, fez questão de reintegrar Adriano ao elenco. Deu oportunidades, vieram gols e boas atuações, e a imprensa italiana já começava a comentar sobre o novo rumo tomado pelo Imperador. Durou pouco. Caiu na gandaia novamente, atrasou-se para treinar, traiu a confiança do técnico e dos companheiros.

Quando tudo indicava que Mourinho estava disposto a dar uma nova chance a Adriano, ele faltou a mais um treino. A explicação oficial foi uma gripe. Quando há precedentes como os dele, há sempre razões para desconfiar. E ele caminha para ser mais um daqueles jogadores que deixarão a dúvida: onde poderia chegar se tivesse a cabeça no lugar?

Enquanto isso, Dunga convoca Adriano e deixa Amauri – goleador e altamente profissional – de fora.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo