A volta dos que não foram: quem queria sair, mas não saiu

ACABOU, ACABOU, ACABOU! Não é tetra, mas acabou. Sim, a janela de transferências fechou, meus amigos. Quem contratou, contratou, quem não contratou, só em janeiro. E entre muitos dos jogadores especulados, alguns acabaram indo… Indo para casa, sem mudar de time.

O Tottenham, por exemplo, queria porque queria o Gary Cahill, do Bolton. O zagueiro é visto como uma peça importante para os Spurs chegarem na posição que querem na tabela – o sonhado quarto lugar que leva o time de volta à Liga dos Campeões. Chegaram a fazer proposta e tudo, enfrentaram concorrência com o Arsenal (será mesmo?) e, no fim, ele acabou ficando onde estava.

E o Giovanni dos Santos, hein? Foi especulado em diversos clubes durante toda a pré-temporada, depois de um bom empréstimo ao Racing de Santander, e o Sevilla queria contratá-lo. O próprio jogador disse que estava tudo certo, faltava apenas formalidades e… Harry Redknapp desistiu. Pois é. E aí, Harry? Vai usar o mexicano? Diga-se de passagem que ele fez uma ótima Copa Ouro.

Um dos nomes que foi muito especulado e que não saiu do lugar foi Chris Samba, do Blackburn. Diversos clubes chegaram a especular o zagueiro, entre eles o Arsenal, que acabou contratar Per Mertesacker. E aí, Samba sambou.

Ah, as transferências não concluídas… Sim, aquelas que especulamos por meses até que nada aconteceu. Carlos Tevez, por exemplo, assinou carta dizendo que não voltaria ao Manchester City, que queria sair e bateu o pé, gritou e falou um monte de coisas (o que ninguém entendeu, afinal, quem entende o que ele fala mesmo?)… E tudo que conseguiu foi perder a faixa de capitão do time para Vincent Kompany e o lugar no ataque para Sergio Kun Agüero, seu compatriota. Aliás, o mesmo aconteceu na Copa América.

Segundo o empresário de Tevez, o conhecido Kia Joorabichian, a Inter teria oferecido Wesley Sneijder em troca pelo atacante – o que, para tristeza do argentino, não se concretizou, já que o City levou Samir Nasri do Arsenal. E o próprio meia holandês da Inter disse que esteve próximo de ir para o Manchester United. Mas não foi. E disse que adora a Itália, a Inter, Milão… Já entendemos, Sneijder.

Por falar nos Gunners, Arsène Wenger queria levar a maior revelação da temporada passada para o Emirates. Sim, fez uma proposta de cerca de € 40 milhões pelo meia Mario Götze, do Borussia Dortmund. Que foi rejeitada. Pobre, Wenger. Quer dizer, rico, mas sem jogadores. Ah, vocês entenderam.

Além dos que não mudaram de clube, tem aqueles que mudaram, mas que poderiam ter ido para outro lugar. Eljero Elia, por exemplo, chegou à Juventus vindo do Hamburg, mas disse que o Arsenal também queria contratá-lo. É, essa é a moral do time de Wenger neste momento. É melhor a Juventus, um gigante, mas fora da Liga dos Campeões e ainda tentando voltar a ser o que era, do que o Arsenal, que já não é o que era.

Falando em Londres, os Spurs fizeram uma proposta de última hora para levar o atacante Craig Bellamy, que acabou indo para o Liverpool. Pois é, Redknapp, terá que ficar com Emmanuel Adebayor, Jermain Defoe, Roman Pavlyuchenko…

E atenção torcedores do Arsenal, uma notícia surgiu e que pode ser um grande reforço para o futuro do time. Nicklas Bendtner, atacante que foi emprestado ao Sunderland até o final da temporada, disse que nunca mais irá jogar pelo Arsenal. Nunca mais! Grande notícia. Os Gunners agradecem.

Segundo consta, o técnico David Moyes, do Everton, receberá uma boa quantidade de dinheiro para gastar no mercado de transferências de janeiro. Isso porque o time perdeu um meio-campista e dois atacantes na janela de transferências, o que enfraqueceu o time.

Segundo consta, na França as especulações também insistem em continuar. E é mesmo com o Paris Saint-Germain, que é o novo rico da Europa. O time parisiense já estaria com um acordo inicial com o Napoli para levar o meio-campista Marek Hamsik para comer caviar. Um dos argumentos para contratá-lo é que os cabeleireiros de lá tem os melhores produtos para cabelo do mundo – gel incluído.

Na Itália, o recém-contratado Reto Ziegler pode virar ex-Juventus em breve. Sim, pouco tempo depois de assinar pelo clube de Turim, o jogador pode seguir para o Fenerbahçe, que perdeu André Santos para o Arsenal. A janela turca foi estendida e fechará apenas no dia 5 de setembro, então ainda pode acontecer.

Deixado fora da lista de inscritos na Liga dos Campeões, o meio-campista Sulley Muntari pode ter recebido o sinal que precisava para deixar a Internazionale rumo ao Galatasaray,  da Turquia. Sim, o ganense (pode chamar de ganês que tá certo também) recebeu proposta turca e estava em dúvida. O técnico Gian Piero Gasperini deu a letra: pode ir, meu filho!

Quem saiu atirando para todo lado foi Joey Barton, agora no Queens Park Rangers (no caso, é bom esclarecer que o “atirando por todo lado” é só uma metáfora. É bom esclarecer, porque, enfim, é de Joey Barton que estamos falando, né?). O meia deixou o Newcastle e criticou duramente Mike Ashley e Derek Llambias, diretores do clube. Segundo ele, outros jogadores deixarão o clube nos próximos 12 meses, como Cheik Tioté, Tim Krul, Jonas Gutiérrez, e Fabricio Coloccini. O quer era ruim pode piorar para os Magpies.

Até a semana que vem!
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo