Uma demanda há muito tempo necessária, enfim, foi lançada nesta segunda-feira, 11, pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e pela Nike, fornecedora da entidade. Pela primeira vez, a Seleção Brasileira Feminina terá um uniforme exclusivo, com identidade própria, não sendo apenas uma mera reprodução do equipamento dos homens, como em Mundiais anteriores. O uniforme será usado na Copa do Mundo Feminina, disputada a partir de 7 de junho na França.

LEIA MAIS: Não dá para esperar muito da Seleção a menos de cem dias da Copa do Mundo Feminina

O uniforme principal mantém o amarelo tradicional, e embora tenha um padrão de texturas similar ao da camisa utilizada no masculino, traz uma gola em formato diferente, além da barra da manga em tom verde. Já no segundo uniforme, não faltou ousadia. O azul escuro ganha uma constelação de estrelas estampadas, que pode ser lida como uma referência às estrelas brasileiras do futebol feminino. “É um orgulho muito grande poder representar o país, levantar a bandeira do futebol feminino e conduzir a camisa da Seleção a mais uma Copa do Mundo. Sempre me inspirei em craques como Marta, Cris e Formiga, guerreiras que tanto fazem pela modalidade”, disse a atacante Andressa Alves, para o site da  Nike. De acordo com a marca, a estampa faz referência às guerreiras indígenas brasileiras, que se transformavam em estrelas depois de morrer. Outro detalhe interessante, é que por dentro da camisa vem a inscrição “Mulheres guerreiras do Brasil”.

Por falar em estrelas, as cinco que representam os títulos mundiais do Brasil na categoria masculina seguem acima do escudo da CBF, diferentemente de outras seleções, como a Alemanha, que mantém as estrelas apenas referentes aos títulos no feminino, ou a França, que sem títulos na categoria feminina estampa apenas o escudo, sem estrelas.

A CBF fez questão de valorizar a ação de lançamento de um uniforme próprio para a Seleção Feminina como mais um passo dado no sentido de desenvolver plenamente a modalidade no país. “Este é um ano de Copa do Mundo e que terá transmissão em TV aberta, ampliando muito a sua divulgação. Aqui no Brasil, a CBF aumentou a abrangência do campeonato brasileiro e criou a primeira competição de base da história. São iniciativas na direção do crescimento consistente do futebol feminino”, destacou Rogério Caboclo, Diretor Executivo de Gestão da entidade – e futuro presidente, com mandato que começa em abril.

O uniforme será utilizado durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019, disputada na França. O Brasil está no grupo C com Austrália, Itália e Jamaica. A estreia brasileira acontece no dia 9 de junho, contra a Jamaica.

Veja imagens do novo uniforme brasileiro: