A Itália está classificada para as quartas de final da Copa do Mundo. As italianas venceram a China por 2 a 0 em Montpellier mostrando segurança defensiva, sem sustos, e com bom jogo, que poderia ter rendido até mais gols. Para um time que não jogava a Copa há 20 anos – a última participação tinha sido em 1999 -, a Itália consegue um desempenho bastante bom e com perspectivas que podem ser ambiciosas. O time aguarda adversário na próxima fase e mostrou futebol para competir tanto com Holanda quanto com Japão, os dois times que se enfrentam.

Bom início e gol cedo

Aos 9 minutos, em um lançamento longo, Giacinti recebeu livre e tocou para marcar o gol, mas o tento foi imediatamente anulado. Claramente a atacante estava impedida. Logo depois, aos 14 minutos, não teve jeito. Giacinti apertou a saída de bola, conseguiu recuperar, avançou e tocou para Bonansea, pelo meio. Ela tentou o passe pela esquerda, a bola tocou na zaga e sobrou para Bartoli, que finalizou, a bola foi defendida pela goleira Peng, e sobrou para Giacinti, já sem goleira, tocar para as redes. Itália 1 a 0.

Muitos escanteios para a China

A goleira italiana, Giuliani, só foi trabalhar aos 28 minutos. Foi um dos lances que gerou escanteio para a China. Foi uma tônica da partida. Foram nove escanteios para a China, em um dos muitos chutes chineses – foram 19 no total, com seis deles no alvo. A eficiência do time asiático, porém, passou longe de ser boa. Não houve nenhuma grande chance de gol ao longo do jogo.

Chute de longe

Antes do fim do primeiro tempo, a atacante Christiana Girelli, um dos destaques italianos, teve que deixar o gramado por lesão. Entrou no seu lugar Aurora Galli, meio-campista, que já tinha marcado dois gols nesta Copa – ambos no jogo contra Jamaica. Desta vez, em um chute aos quatro minutos, preciso, no canto, que ampliou o placar para as italianas.

Próximo duelo

No sábado, a Itália enfrenta o vencedor de Holanda e Japão em duelo em Valenciennes.

Ficha técnica

Itália 2×0 China

Local: Stade de la Mosson, em Montpellier
Árbitra: Edina Alves Batista (Brasil)
Gols: Valentina Giacinti aoso 15’/1T, Aurora Galli aos 4’/2T (Itália)
Cartões amarelos: nenhum

Itália: Laura Giuliani; Alia Guagni, Sara Gama, Elena Linari e Elisa Bartoli; Valentina Bergamaschi (Ilaria Mauro), Manuela Giugliano e Valentina Cernoia; Valentina Giacinti, Cristiana Girelli (Aurora Galli) e Barbara Bonansea (Martina Rosucci). Técnica: Milena Bertolini

China: Shimeng Peng; Han Peng, Haiyan Wu, Yuping Lin, Shanshan Liu; Shanshan Wang (Duan Song), Rui Zhang, Yan Wang (Yao Wei) e Yasha Gu (Yang Li); Shaung Wang e Ying Li. Técnica: Jia XiuQuan