Durante as últimas semanas, surgiram os rumores de que Rafa Benítez havia sido cotado para assumir a seleção espanhola durante a Copa do Mundo. Um dos treinadores mais renomados do país, especialmente por seus trabalhos feitos à frente de Valencia e Liverpool na década passada, o comandante surgiu como uma possibilidade após a demissão repentina de Julen Lopetegui na Rússia. Nesta semana, Luis Rubiales falou sobre a situação. E segundo o presidente da federação espanhola, responsável pela decisão explosiva de mandar embora o então técnico da Roja, a oferta por Benítez não partiu dele.

“Quando eu demiti Julen, imediatamente liguei para Hierro e disse a ele que não gostaria de fazer mudanças. Dois dias depois, uma mensagem chegou de Newcastle dizendo: ‘Você está interessado em nosso treinador? Ele está à disposição’. Agradecemos, mas não. Nunca poderíamos ter feito isso. Não poderíamos contratar Benítez porque estaríamos agindo da mesma maneira pela qual reprovamos em Julen”, declarou Rubiales, em entrevista concedida à Cadena COPE.

Lopetegui foi anunciado como novo técnico do Real Madrid em 12 de junho, a três dias da estreia da Espanha na Copa do Mundo. Sem saber das negociações até pouco antes da confirmação, Rubiales optou por demitir o treinador no dia seguinte e a apontar Fernando Hierro, então diretor esportivo da federação, como o seu substituto. Conforme as datas apontadas pelo dirigente, a proposta de Benítez teria acontecido já durante a competição, no dia do empate por 3 a 3 contra Portugal.

Aos 58 anos, Benítez dirige o Newcastle desde 2016, após sua malfadada passagem pelo Real Madrid, que abriu espaço a Zinedine Zidane. Por seu peso, até poderia ser um nome à seleção. A reviravolta no Mundial de 2018 seria a oportunidade de assumir um time já formado e tentar gravar seu nome num rompante, ainda que não tivesse tempo hábil para fazer muita coisa. A federação preferiu manter Hierro, alguém que já conhecia os jogadores e o modo de trabalho durante a preparação ao Mundial.

Durante a pré-temporada em Dublin, Benítez falou sobre o assunto: “Talvez houvesse uma chance, mas eu continuo aqui e estou feliz”. Caso a afirmação de Rubiales seja mesmo verdadeira, resta saber de quem partiu a oferta. A Benítez, seria uma oportunidade que possivelmente não terá em outros momentos da carreira. O bonde da história já passou ao veterano. Mas também poderia ser um artifício para o Newcastle se livrar do treinador que faz um bom trabalho com o clube e ajudou a melhorar as perspectivas desde que assumiu os Magpies na segunda divisão, embora tenha entrado em rota de colisão com a impopular diretoria por conta da falta de reforços. Independentemente de quem veio a ideia, o espanhol permanece em St. James’ Park, querido pelos torcedores e ajudando os alvinegros a redescobrirem sua importância, mesmo com poucos recursos.


Os comentários estão desativados.