O Orlando City tem sido um sucesso de público na MLS. A sua média de público já mostra isso. É a segunda melhor da liga, com 33.343 torcedores por partida, abaixo apenas do Seattle Sounders, que leva 41.324. Mais do que a presença no estádio, o que chama a atenção é o quanto a cidade – e muitos brasileiros – abraçaram o Orlando City. A pesquisa divulgada pelo WalletHub.com mostra que a torcida dos Lions é a mais amigável e mais engajada de toda liga. Algo que Kaká, a principal estrela do time, já descobriu desde a sua chegada, cercada de torcedores apaixonados.

LEIA MAIS:
Orlando City aumenta capacidade do novo estádio, mas ele ainda está pequeno para a sua torcida
Efeito Kaká? Orlando City bate meta de ingressos de temporada e já tem fila para 2016
O Orlando City nem entrou na MLS ainda e já ensina como se trata uma torcida

A pesquisa mostra um ranking com as melhores e piores cidades para torcedores de futebol nos Eastados Unidos. Foram pesquisadas as 172 cidades mais populosas do país e inclui não só times da MLS, mas também universitários. “O futebol está crescendo em popularidade doméstica, incentivado pelo título da seleção americana na Copa do Mundo feminina, os novos clubes da MLS, Orlando City e New York City, e outros clubes em divisões menores”, diz artigo sobre a pesquisa. “Mas os torcedores estão batendo recordes por eles mesmos”, continua o texto. “Tanto a média de público da MLS quanto a audiência da TV sugerem que o esporte está indo na direção certa”.

Vale lembrar que o Orlando City foi comprado pelo empresário brasileiro Flávio Augusto da Silva em 2013 com o projeto de chegar à MLS. Mais do que estar na principal liga de futebol dos Estados Unidos e Canadá, o time tem conseguido chamar a atenção pela forma como a cidade e os torcedores abraçaram o time. “Nossos torcedores são os mais apaixonados e fiéis seguidores entre todos os clubes”, disse o presidente do Orlando City, Phil Rawlins, em comunicado à imprensa. “Eles são o motivo de nosso sucesso dentro de campo. Literalmente nos ajudaram a pintar essa cidade de roxo. Nós somos a Lion Nation”.

PesquisaTorcidaMLS

“Os torcedores realmente nos despertaram para avançar nesta direção”, disse Flávio Augusto da Silva no anúncio sobre o estádio, no dia 31 de julho. “Esta cidade tem torcedores incríveis, o apoio de toda uma comunidade realmente nos inspirou a investir mais e tornar este projeto muito maior do que pensávamos no início”, declarou ainda Flávio, que desde o começo apostou na cidade de Orlando como tendo potencial para brilhar na principal liga de futebol do país.

Depois de Orlando, Salt Lake City, Seattle, Kansas City e Portland são as cidades mais amistosas e engajadas com seus times. Todas possuem times na MLS. Respectivamente, Real Salt Lake, Seattle Sounders, Sporting Kansas City e Portland Timbers. Em comparação, Nova York é a cidade menos amistosa e com torcedores menos engajados. E olha que é uma cidade com, teoricamente, dois times – embora o New York Red Bulls jogue, na prática, em Nova Jersey. O New York City, novato na liga como o Orlando, tentará mudar isso com suas estrelas – Pirlo, Lampard e David Villa estão no time para tentar chamar a atenção do público.

A média de público do Orlando City é tão impressionante que é maior do que a capacidade do futuro estádio do clube. Atualmente, o orlando City joga no Citrus Bowl, estádio municipal, com capacidade para 70 mil pessoas. O estádio do Orlando, que está em construção, terá capacidade para 25,5 mil pessoas e será usado a partir do segundo semestre de 2016. O estádio promete ser moderno, com cobertura em todas as arquibancadas. Além disso, haverá um espaço para eventos com 31 suítes, incluindo uma supersuíte com capacidade para 90 pessoas e outra com capacidade para 59 convidados. A área VIP do estádio terá 780 metros quadrados e um terraço de 930 metros quadrados. Além do estádio, a ideia é ter mesmo um centro de entretenimento na cidade.

O clube vendeu 16 mil ingressos de temporada em 2015 e ampliou o número para 18 mil para 2016. Antes mesmo do anúncio do aumento, já havia duas mil pessoas em uma lista de espera para conseguir os ingressos. O sucesso do time foi imediato e a expectativa é que, em campo, o Orlando consiga a classificação aos playoffs para tentar uma vaga na Champions League da Concacaf, a Concachampions, sonho dos diretores do clube.

Certamente um sonho que Kaká, a principal estrela do time, compartilha. Atualmente, o Orlando City é o sétimo colocado na Conferência Leste, com 27 pontos. Neste sábado, o time enfrentará o Philadelphia Union, no Cistrus Bowl, às 20h30 (horário de Brasília).