A classificação do México para as semifinais da Copa Ouro já havia sido bastante contestável. La Tri venceu a Costa Rica por 1 a 0 com um pênalti para lá de forçado marcado no último minuto da prorrogação. Os costarriquenhosse sentiram prejudicados, mas devem estar quietos depois desta quarta. Afinal, o erro de arbitragem das quartas de final pareceu um acerto indiscutível perto do que fez Mark Geiger no comando de México x Panamá nas semifinais do torneio.

CLIQUE DJÁ: Assine a newsletter Trivela e receba toda semana conteúdo exclusivo no seu e-mail

Os panamenhos venciam por 1 a 0 e já estavam meio contrariados com a expulsão de Tejada, punido com cartão vermelho direto por uma cotovelada. Mas o México jogava muito mal e, mesmo com dez em campo, os centro-americanos conseguiam manter a vantagem. Até que, aos 43 minutos do segundo tempo, Geiger viu pênalti nesse lance do zagueiro Torres.

O pênalti foi convertido, mas os panamenhos reclamaram muito ao final do tempo normal, até ameaçando não ficar em campo para a prorrogação. Acabaram concordando em jogar os 30 minutos extras, e tomaram mais um gol, novamente de pênalti, e novamente contestadíssimo. Claro que, ao final da partida, o Panamá cercou o árbitro norte-americano, mas já era tarde. Foram eliminados, e tiveram muitas razões para reclamar. Veja os melhores momentos da partida, nas imagens da transmissora oficial: