Já que o número de seleções a partir da Copa do Mundo de 2026 irá aumentar, nada mais justo do que haver mais vagas para os continentes, como a África, que é enorme, tem e só manda cinco representantes para o torneio mais importante de futebol de seleções. Isso é o que intenta a Confederação Africana de Futebol, que, nesta semana, anunciou que quer e vai tentar duplicar o número de times africanos participantes da Copa do Mundo com 48 seleções. A intenção é fazer com que a Fifa passe a ceder pelo menos dez vagas aos africanos partir de 2026.

LEIA TAMBÉM: Até que ponto o aumento da Copa também não banaliza a prometida “festa das nações”?

“Todas as federações apoiaram a ideia de expandir a Copa do Mundo, e há esperança que a África possa ter dez vagas no futuro”, disse Danny Jordaan, presidente da federação sul-africana, na quarta-feira, depois de uma cúpula de três dias que reuniu outros presidentes de federações africanas e Gianni Infantino, presidente da Fifa. Embora as conversas com a entidade tenham sido feitas na surdina, representantes dos países da África se mostraram contentes com as propostas apresentadas pelo suíço em relação à expansão da Copa do Mundo.

Foi a primeira vez que uma sequência de reuniões em que as associações africanas puderam dialogar de forma estreita com a Fifa aconteceu. “Foi uma ideia muito boa e uma ótima oportunidade para as federações falarem diretamente com a liderança da entidade sobre seus problemas e preocupações”, disse Ahmad, presidente da federação de Madagascar e um dos candidatos à presidência da Confederação Africana de Futebol. Aliás, pela cúpula ter sido realizada três semanas antes da votação continental, ela acabou também sendo palco de comício.

Com a mudança no número de vagas na Copa do Mundo a partir da edição de 2026, a distribuição continental ainda está indefinida. Mas baseado no que cada confederação pediu até agora, a distribuição pode ficar desta forma: Europa: quer 16 vagas (hoje com 13), África: quer 9 vagas + 1 vaga na repescagem (hoje com 5), Ásia: quer 8 vagas + 1 vaga na repescagem (hoje com 4 diretas +1 na repescagem), América do Sul: 5 vagas + 1 vaga na repescagem (hoje com 4 diretas +1 na repescagem), América do Norte e Central: 6 vagas + 1 vaga na repescagem (hoje com 3 diretas +1 na repescagem) e Oceania: 1 vaga (hoje tem apenas uma vaga na repescagem).