A permanência de Ronaldinho no Milan para a próxima temporada já não pode ser dada como certa. O brasileiro tem ficado na reserva na maioria dos jogos, e especula-se que ele possa deixar o clube para jogar com regularidade. Nesta sexta-feira, o técnico Carlo Ancelotti admitiu que um pedido do jogador brasileiro nesse sentido seria avaliado.

“Nosso desejo é manter Ronaldinho”, declarou Ancelotti em entrevista coletiva. “Mas se houver um pedido particular do jogador para sair, estaremos prontos para escutá-lo”.

Nos últimos dias, houve especulações sobre um possível retorno de Ronaldinho ao futebol brasileiro, hipótese já descartada por seu irmão e empresário, o ex-jogador Roberto de Assis. A transferência para outro clube europeu, no entanto, é vista como uma possibilidade pelo meia-atacante.

O futuro de Ancelotti também é duvidoso, apesar de seu contrato até 2010, já que clubes como Chelsea e Real Madrid são frequentemente apontados como possíveis destinos. A imprensa inglesa chegou a noticiar que o técnico anunciaria sua ida para o Chelsea neste sábado, caso o Milan confirme contra a Udinese sua classificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

“Amanhã não haverá absolutamente nada, nenhum novo acontecimento”, desmentiu Ancelotti. “Trabalha-se muito com fantasia. Estou há muito tempo no Milan e acredito ser fantasioso e grotesco pensar que eu possa fazer planos para um clube com o qual não tenho contrato”.

O técnico disse ainda que acredita nas palavras do dono do Milan, Silvio Berlusconi, que negou ter feito críticas a seu trabalho durante uma visita ao Egito, como foi noticiado pela imprensa italiana. Sua intenção é cumprir o contrato até junho de 2010.