O clássico entre Sevilla e Betis contou com umas cenas de racismo mais deploráveis registradas nos últimos tempos. Após ser expulso, o zagueiro Paulão vê os próprios torcedores imitando macacos. O brasileiro sai em prantos. E não há nem como negar quem foram os agressores, já que as câmeras da transmissão captaram exatamente seus rostos. A punição virá? A ver pela postura da imprensa espanhola, se acontecer, será muito branda.

Em nota sobre o comunicado do Betis condenando seus torcedores, o Marca tratou o assunto em banho-maria. Diz que o racismo foi contra ‘alguns jogadores, tanto do Betis como do Sevilla’, que ‘não ficou claro se o destinatário era Paulão’ e que ‘nada sobre o assunto foi colocado na súmula’ – enquanto o clube foi muito claro em sua declaração oficial. De certa forma, alivia perante a opinião pública um assunto que devia ser tratado duramente. Se a punição dada por La Liga for contornável, também é reflexo da conformação da imprensa com um crime.

Abaixo, a nota do Marca, que também pode ser lida através do link.

paulao