A Albânia precisa de uma reviravolta para ir à Euro 2020. A equipe conquistou nove pontos nas primeiras seis rodadas do Grupo H das Eliminatórias e vê duas seleções abrirem seis pontos de vantagem. No entanto, os albaneses mantiveram as esperanças vivas com uma excelente vitória nesta terça. Em jogo parelho, derrotaram a Islândia por 4 a 2. E com direito a uma assistência que, se existisse um ‘Prêmio Puskás dos Passes’, mereceria se candidatar. A visão de Rey Manaj foi excepcional.

O lance deslumbrante aconteceu quando o placar estava empatado em 1 a 1, depois que a Albânia abriu o placar e a Islândia empatou. Elseid Hysaj avançou e conectou com Manaj na entrada da área. Foi então que o atacante do Albacete pareceu ter um olho na nuca. Dominou a bola e, mesmo cercado por três adversários, emendou um passe de calcanhar espetacular, em diagonal. Aproveitou a passagem de Hysaj e deixou o companheiro na cara do gol, para tocar na saída do goleiro Hannes Halldórsson.

Depois disso, a Islândia até empatou, mas a Albânia concluiu a vitória com dois gols em sequência, anotados por Odhise Roshi e Sokol Cikalleshi. Além de valer a sobrevivência dos albaneses, o resultado atrapalha os islandeses no Grupo H. Agora os nórdicos estão na terceira colocação, com 12 pontos, três atrás dos líderes Turquia e França, que dão um passo à frente no favoritismo rumo à Euro 2020.