O São Paulo conseguiu respirar na Copa Libertadores da América ao vencer nesta quinta-feira o América de Cáli por 3 a 1, na Colômbia. A equipe comandada por Muricy Ramalho dominou a partida fora de casa, e garantiu os três pontos que precisava para assumir a liderança do Grupo 4 e afastar os fantasmas que a cercavam.

Com dois gols de Washington no primeiro tempo, e um de Borges no início do segundo, o São Paulo quebrou o tabu de nunca ter vencido na Colômbia em jogos da Libertadores. Até então, o Tricolor só havia empatado duas partidas e perdido uma.

Muricy Ramalho mexeu na equipe, mantendo o 3-5-2: Jorge Wagner entrou no lugar de Hugo no meio e Junior César atuou na esquerda. O zagueiro Rodrigo ficou no banco.

Com apenas dois minutos de jogo, o São Paulo abriu o placar. Jorge Wagner tocou pra Washington, que aproveitou espaço na zaga, e chutou no canto direito. Depois de alguns sustos da equipe colombiana, o mesmo Washington ampliou o placar aproveitando outra falha na zaga, ao receber o passe de Hernanes, colocando a bola no fundo das redes.

Na volta do intervalo, o São Paulo ampliou aos 4 minutos, após cobrança de falta da direita. Miranda cabeceou, o goleiro defendeu mas não segurou, e Borges aproveitou o rebote para ampliar para os paulistas.

O América fez algumas mudanças no time e conseguiu mais espaço, diminuindo o resultado aos 29 minutos, com gol de Cortes.

Agora o São Paulo tem o mesmo número de pontos que o Defensor Sporting-URU (4), mas o Tricolor leva vantagem no saldo de gols. Os uruguaios serão os próximos adversários dos paulistas dia 18 de março, em Montevidéu. O lanterna América de Cáli encara o Independiente de Medellín, terceiro colocado, com dois pontosm dia 10 de março, em casa.

Grupo 3

O River Plate decepcionou mais um vez e perdeu para o Universidad San Martín-PER por 2 a 1 fora de casa na quinta-feira. A equipe permanece com três pontos no campeonato, tendo deixado os peruanos dominarem a partida.

Com o resultado, os argentinos dividem a segunda colocação com o próprio Universidad, enquanto o Nacional-URU é o líder, com 100% de aproveitamento, seis pontos, e o Nacional-PAR segue na lanterna, sem pontuar.

Diaz e Ludueña foram responsáveis pelos gols dos donos da casa, enquanto Falcao García descontou para os visitantes. O River errou muitos passes e deixaram os peruanos dominarem o campo. O primeiro gol saiu de pênalti no primeiro tempo, enquanto o segundo saiu no início da segunda etapa. Os visitantes pareceram acordar apenas depois de tomar o segundo, mas não tiveram tempo de reagir o suficiente para empatar ou vencer. O colombiano García aproveitou um cruzamento e diminuiu, com toque de joelho, aos 23.

Grupo 8

Jogando em casa, o Libertad-PAR venceu San Lorenzo-ARG por 2 a 0 e manteve a liderança do Grupo.

Miguel Ximenez abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, e Sergio Aquino ampliou aos 31 para os paraguaios. O Libertad manteve 100% de aproveitamento e lidera a chave com nove pontos, enquanto o San Lorenzo divide a segunda posição com o Universitario-PER, ambas com três pontos. O San Luis-MEX está na lanterna, sem nenhum ponto.

Veja os jogos de quinta-feira pela Libertadores:

Universidad San Martín 2×1 River Plate (Grupo 3)
América de Cáli 1×0 São Paulo (Grupo 4)
Libertad 2×0 San Lorenzo (Grupo 8)

Clique aqui e confira classificação e tabela da Libertadores