O São Paulo entrou em campo como se estivesse ansioso para corrigir a derrota para o Binacional, na primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, quando dominou a partida, abriu o placar e levou a virada. Com dois gols nos primeiros 15 minutos e poucos sustos na defesa, derrotou a LDU no Morumbi, por 3 a 0, na noite desta quarta-feira.

Foi uma vitória importante porque os equatorianos haviam surpreendentemente vencido o River Plate na rodada anterior e novo tropeço deixaria o São Paulo distante da LDU, que o receberá na altitude de Quito no começo de abril. A boa margem de gols também foi importante, ainda mais diante da goleada do River Plate por 8 a 0 sobre o Binacional, mais cedo nesta quarta-feira.

Marcando alto, tocando bem a bola, o São Paulo fez um excelente primeiro terço de tempo contra a LDU e não demorou para abrir o placar. Aos 13 minutos, Antony fez boa jogada pela direita, e seu cruzamento pegou no braço aberto de Franklin Guerra. Pênalti. Reinaldo cobrou com firmeza e abriu o placar.

Nem deu tempo de a LDU registrar o que havia acontecido e a vantagem são-caulina havia dobrado. Pato cruzou da direita, Vitor Bueno se enrolou dentro da área, o que levou o árbitro a negar que houvesse um novo pênalti. A bola, porém, sobrou para Reinaldo, pela esquerda. A cavadinha foi perfeita para encontrar Daniel Alves livre: 2 a 0.

Rapidamente, o São Paulo havia feito o que faltou contra o Binacional – construir uma vantagem mais confortável no placar -, mas deu um pouco de sopa ao azar ao recuar demais no restante do primeiro tempo. A LDU chegou até a terminar a etapa com mais posse de bola e colocou algumas bolas na área que Tiago Volpi precisou socar para longe.

Volpi precisou ser substituído por dores na mão direita, após um choque dentro da área, no começo da etapa final. Lucas Perri entrou em seu lugar, minutos antes de o São Paulo resolver de vez a parada com um gol muito bem construído. Igor Gomes começou a jogada, Pato recebeu, segurou e soltou na hora certa para a ultrapassagem de Vitor Bueno, que cruzou rasteiro e encontrou Gomes livre na entrada da pequena área.

Depois disso, a vitória estava assegurada. Mais ainda quando Sornoza foi expulso por revidar uma chegada forte de Daniel Alves com uma tentativa mal-sucedida de socão no lateral direito. Pablo ainda teve boa situação, travado na hora certa, e Pato acertou o travessão nos minutos finais de uma vitória do São Paulo que poderia até ter sido mais folgada.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.