Jogadores importantes decidiram trocar o Borussia Dortmund pelo Bayern de Munique em anos recentes, como Robert Lewandowski, Matt Hummels e Mario Götze. Consideraram que, uma vez maduros, a transferência para os bávaros seria um passo à frente na carreira. No entanto, a mesma lógica não se aplica a jovens, como mostra o caso do meia inglês Jadon Sancho, de apenas 18 anos.

Ano passado, Sancho forçou sua saída do Manchester City em busca de mais oportunidades e, nesse cenário, a escolha pelo Dortmund é óbvia. O clube tem uma política sólida de ter paciência para o desenvolvimento de jovens, enquanto, no Bayern de Munique, a concorrência é muito maior, e algumas promessas, como Renato Sanches, por exemplo, acabam perdidas no meio do caminho.

Ao Sports Bild, o diretor-esportivo do Bayern, Hasan Salihamidzic, confirmou que o seu clube fez uma proposta por Sancho, que não a aceitou. O jogador, então, deu sua versão.

“Escolhi o Borussia Dortmund porque o clube me deu uma perspectiva maior. Se você decide se mudar, precisa saber para onde está indo, onde vê seu futuro, e eu vi o meu em Dortmund”, disse. “O Borussia Dortmund tentou o máximo desde o começo e muito intensamente, o que me passou uma boa sensação. Além disso, em anos recentes, muitos jogadores jovens se desenvolveram de forma incrível aqui”.

O diretor-esportivo do Dortmund, Michael Zorc, confirmou que houve concorrência durante as negociações. “Ficou claro que grandes clubes da Alemanha e de outros países também tinham um grande interesse nele. Felizmente, tentamos muito contratá-lo desde o começo”, informou.

Sancho teve poucas oportunidades em seu primeiro ano em Dortmund, mas tem impressionado na atual temporada. Atuou 17 vezes, mas apenas oito como titular, um total de 856 minutos. Mesmo com pouco tempo em campo, o aproveitamento é ótimo: cinco gols e oito assistências.


Os comentários estão desativados.