Além de ser uma máquina de fazer gols e de destruir defesas adversárias, Mohamed Salah se transforma praticamente em uma instituição de caridade. Não são poucos os gestos solidários realizados pelo atacante do Liverpool, sobretudo em seu país, o Egito onde é tão idolatrado. E se a classificação à Copa do Mundo de 2018, ainda mais pela forma como aconteceu, já bastaria para tornar o artilheiro em novo faraó do país, sua generosidade ganha mais fãs. Nesta terça, a imprensa local anunciou nova doação grandiosa do jogador.

VEJA TAMBÉM: Por que Mohamed Salah merece aplausos muito além do bom momento no Liverpool

Salah desembolsou 12 milhões de libras egípcias (o equivalente, na cotação atual, a quase R$2,2 milhões) em prol do Hospital 57357, no Cairo, um dos maiores do mundo com especialização em câncer infantil. O dinheiro foi usado para comprar equipamentos ligados ao transplante de medula óssea. Mostafa Zamzam, diretor da instituição de caridade Sona’ El Khair, confirmou a informação através de seu Facebook.

Na última semana, Salah já havia bancado parte dos custos do transplante de medula de Abdelrahman Mahmoud, um garoto egípcio tratado no Hospital 57357. Através do pai do menino, Salah soube do caso e falou com o jovem fã por telefone, prometendo que o visitaria assim que voltasse ao Egito. Além disso, se comprometeu a ajudar a família com os gastos hospitalares. “Salah está em contato constante com Abdelrahman, seu apoio teve um efeito positivo na saúde do meu filho”, contou o pai do paciente, ao Canal DMC Sport.

Salah ainda contribui com a manutenção do sistema de saúde no vilarejo onde cresceu, na zona rural da cidade de Basyoun, norte do Egito. Por lá, ele ajuda a sustentar o serviço de ambulância, além de várias unidades de incubação hospitalar. Também está construindo uma escola no local e, através de sua instituição, distribui roupas e comidas a pessoas carentes. Grandeza de espírito que supera até mesmo seu talento com a bola.


Os comentários estão desativados.