O Arsenal tinha sua classificação aos mata-matas da Liga Europa praticamente assegurada, ainda que não confirmada. Os Gunners precisavam ser muito incompetentes para se despedir do torneio, podendo até perder por quatro gols de diferença na visita ao Standard de Liège. Pois bem: em certo momento do jogo no Estádio Maurice Dufrasne, os londrinos cogitaram o pior. Em meados do segundo tempo, os belgas abriram dois gols de vantagem. No entanto, o Arsenal contou com o talento de Bukayo Saka para buscar o empate por 2 a 2. De quebra, o time ajudou o Eintracht Frankfurt, que se classificou graças ao resultado dos ingleses.

Como de costume nesta Liga Europa, o Arsenal escalou uma equipe repleta de garotos. Alexandre Lacazette era uma das raras referências do elenco no 11 inicial. Durante o primeiro tempo, os Gunners foram superiores. O Standard de Liège tinha mais posse de bola, embora as melhores chances fossem mesmo dos londrinos. Todavia, somente no segundo tempo é que a partida realmente pegou fogo.

Precisando da vitória e de um tropeço do Eintracht Frankfurt, o Standard de Liège abriu o placar aos dois minutos, com Samuel Bastien. O chute de fora da área desviou no meio do caminho e tirou o goleiro Emiliano Martínez da jogada. Os belgas tomaram o protagonismo para si e encontraram um Arsenal baqueado depois do gol. Não demorariam a ampliar. O segundo veio aos 24, com Selim Amallah. Joe Willock bobeou e entregou a bola nos pés do ponta, que limpou a marcação e mandou a batida cruzada que também desviou.

Fredrik Ljunberg preferiu mandar o time ao ataque, em vez de recuar para evitar uma indesejável goleada. Gabriel Martinelli entrou no lugar de Sokratis Papastathopoulos neste momento. Mais solto, o Arsenal não demorou a reagir. O gol de empate veio aos 33, em jogada de Saka. O garoto recebeu na esquerda e mandou um cruzamento perfeito na cabeça de Lacazette, que definiu. Já aos 36, o próprio Saka empatou. O camisa 77 arrancou em diagonal, tabelou com Gabriel Martinelli e acertou o chute no canto.

Durante os minutos finais, o Standard de Liège ainda teve motivos para se esforçar pela vitória. Chegou a notícia de que o Vitória de Guimarães, eliminado, virara o jogo contra o Eintracht Frankfurt na Alemanha para 3 a 2. Com isso, um triunfo simples classificaria os belgas. A equipe de Michel Preud’Homme tentou pressionar e arrancar o resultado positivo, mas não teve tempo hábil. Inclusive, a torcida ficou na bronca com o árbitro, que deu insuficientes dois minutos de acréscimos. Com a corda no pescoço, os alemães avançaram.

O Arsenal terminou na liderança do Grupo F, com 11 pontos. O Frankfurt somou nove, um a mais que o eliminado Standard de Liège. E que os Gunners tenham evitado outro resultado ruim, cada vez fica mais claro que o clube precisará encontrar um novo técnico. Ljunberg não se mostra tão apto a segurar a bronca no Estádio Emirates. O elenco precisa de uma mudança de espírito e não foi a mera demissão de Unai Emery que provocou qualquer motivação dentro do grupo. É preciso se mexer antes que fique muito tarde.

Classificações Sofascore Resultados