Sabe quem não gostou das vaias a Casillas? Buffon

Ídolo da Juventus, Buffon, de 37 anos, defendeu o companheiro de posição e adversário, Casillas, que tem 33 e é questionado pela torcida do Real Madrid

Vaiar um dos maiores símbolos da história do seu próprio clube parece realmente uma atitude extrema. Alguns dirão que o que importa é o momento e não se pode viver do passado. É o que pensam, provavelmente, aqueles torcedores do Real Madrid que têm vaiado sistematicamente um dos maiores ídolos do clube atualmente: Iker Casillas. As vaias da torcida geraram uma reação de Casillas (que você vê abaixo), de críticos descontentes com a atitude da torcida madridista e também de um adversário: Gianluigi Buffon, goleiro da Juventus, adversário do Real Madrid na semifinal da Champions League.

LEIA TAMBÉM: Juve x Real pode marcar a última chance de duas verdadeiras lendas, Buffon ou Casillas

“Há certas figuras icônicas que não merecem essa atitude”, disse Buffon, em coletiva de imprensa nesta terça-feira. “É desagradável e revoltante para um profissional como ele, que sempre deu o seu máximo”, analisou ainda o goleiro da Juve. “Por 20 anos ele deu muito para a camisa do Real Madrid. Independente de qualquer coisa, de ir bem ou não, há ícones que não merecem esse tipo de tratamento”.

Buffon sabe o que está falando, porque quando ele falha, os comentários imediatamente passam de “o melhor goleiro italiano” e “um dos melhores goleiros do mundo” para “será que não está na hora de parar?”. Aos 37 anos, Buffon ainda está em atividade e jogando muito bem, mas a cada reposição de bola menos precisa, ou uma saída de gol não tão boa, ou mesmo uma bola defensável, os questionamentos aparecem. O goleiro pareceu nunca se importar muito com isso. E a sua confiança parece chave para o bom desempenho que o mantém como o camisa 1 da Juventus e da Itália.

Casillas, aos 33 anos, vive problemas desde que José Mourinho o colocou no banco após se machucar. Antes inquestionável e titular absoluto, foi deixado no banco pelo técnico português e nunca mais recuperou o prestígio de antes. Mourinho, pelo seu jeito de ser e agir, cria adoradores e odiadores. Os adoradores fecharam com ele e passaram a vaiar Casillas nos jogos no estádio Santiago Bernabéu, palco do jogo desta quarta-feira, contra a Juventus. Será uma nova oportunidade para Casillas mostrar o seu valor. Para um goleiro, 33 anos ainda é uma idade para render muito bem. Ele pode se espelhar em Buffon.