Está encerrada uma era em Old Trafford. Nesta sexta, Roy Keane se desligou do Manchester United. A separação deu-se de comum acordo entre as partes. O anúncio feito pelo clube veio após três semanas do episódio em que o meia criticou abertamente seus companheiros de equipe em uma entrevista à emissora oficial dos Red Devils. As declarações não chegaram a ir ao ar, mas causaram profundo mal-estar no clube.

Em um comunicado publicado em seu site oficial, o Manchester oficializou a saída do irlandês. ´O Manchester chegou hoje a um acordo com Roy Keane para permiti-lo deixar o clube com efeito imediato. Este acordo permite a ele ligar-se a outro time por um longo tempo, para permitir que continue sua carreira além do contrato com o Manchester United´.

Alex Ferguson comentou a respeito da decisão e exaltou a passagem do jogador pelo clube. ´Roy Keane foi um fantástico funcionário para o Manchester. O melhor meia de sua geração no mundo, ele já é uma das grandes figuras em nossa gloriosa história. Roy foi fundamental para o sucesso do clube nestes últimos doze anos e meio e todos desejamos o melhor para ele no restante de sua carreira e além´.

Keane chegou ao Manchester United em 93, após passar três temporadas no Nottingham Forest. Tornou-se capitão da equipe e foi chamado 66 vezes para defender a seleção irlandesa. Porém, as seguidas confusões provocadas por ele chamaram tanta atenção como seu desempenho dentro de campo.

O contrato de Keane com a equipe se encerraria no final desta temporada. O meia não participou dos últimos jogos dos Red Devils por se recuperar de uma contusão. ´Foi uma grande honra e um privilégio para mim jogar no Manchester por mais de 12 anos. Durante minha passagem no clube tive o prazer de jogar com alguns dos melhores jogadores do mundo e para os melhores torcedores do mundo´, disse o jogador.


Os comentários estão desativados.