O final de semana que marcou a volta dos campeonatos europeus após as emocionante últimas rodadas das Eliminatórias não decepcionou. Na Itália não faltou jogos eletrizantes e boas histórias. A Inglaterra, por sua vez, viu o Arsenal se consolidar cada vez mais como a melhor equipe, o Chelsea entrar de vez para a briga pelo título e o City também. O United, por outro lado, já está a oito pontos de distância e precisa de uma recuperação urgente. Já na França, o PSG se isolou na liderança com verdadeiros golaços de Zlatan Ibrahimovic e Edinson Cavani. Confira agora nosso balanço do final de semana com algumas das histórias mais interessantes pelo mundo.

O jogão

Fiorentina 4 x 2 Juventus

Quem viu o primeiro tempo do jogo no Artemio Franchi imaginava que a Juve sairia de lá com mais três pontos e a invencibilidade intacta. Com 2 a 0 no marcador quando foi para o intervalo, Antonio Conte poderia ter imaginado tudo para o segundo tempo, menos que a Viola fosse conseguir uma virada tão impressionante como conseguiu. O gol de pênalti de Giuseppe Rossi aos 21 do segundo tempo iniciou a reação do time de Florença, que seria completada com incríveis três gols em cinco minutos, sendo dois desses também de Rossi. A Juventus é vista pelos torcedores da Fiorentina como sua maior rival, e essa vitória sobre o adversário, no momento em que aconteceu e da maneira como aconteceu, torna o feito ainda mais admirável. Foi o tipo de jogo para dar ânimo para o restante da temporada.

O clássico

Cruz Azul 1 x 1 América

Além de se tratar de um clássico, o jogo entre Cruz Azul e América teve um ingrediente a mais: a despedida de Miguel Herrera. O duelo contra os rivais, no Estádio Azul, foi o último do treinador pelo América. “El Piojo” terá agora o desafio de comandar o México na repescagem das Eliminatórias. Em campo, o time de Herrera abriu o placar no final do primeiro tempo, com Luis Gabriel Rey. Apenas no segundo tempo os donos da casa foram buscar o empate, com o experiente zagueiro Luis Peréa. O América segue tranquilo na liderança geral, com 32 pontos, seis a mais que o segundo colocado Santos Laguna. O Cruz Azul soma 24.

O substituto

Mario Götze
Bayern Munique 4 x 1 Mainz 05

Pep Guardiola foi para o intervalo no jogo contra o Mainz com a dor de cabeça da derrota parcial. O remédio encontrado pelo treinador foi Mario Götze, que não decepcionou. O alemão entrou no início da segunda etapa, fez grande partida, participou da jogada de um gol e deu duas assistências para outros dois. Mudou completamente o jogo com sua ótima distribuição de bola, terminando o duelo com 94% de precisão nos passes.

A lambança

David Luiz
Chelsea 4 x 1 Cardiff City

O Chelsea pode ter vencido e bem o Cardiff, por 4 a 1, mas o gol que abriu o placar, marcado pelos galeses, só aconteceu graças a uma falha tremenda de David Luiz. Após chutão do goleiro do Cardiff para frente, Ramires recuou a bola em direção ao zagueiro. O camisa 4 sequer olhou em que posição Petr Cech estava antes de dar um corta luz. Resultado? A bola estava mais para Jordan Mutch que para o goleiro, que não pôde evitar o gol. Mais atenção da próxima vez, hein, David Luiz?!

O drible

Iniesta
Osasuna 0 x 0 Barcelona

O Barça pode ter fracassado em tentar furar o bloqueio do Osasuna e ter ficado no empate, mas pelo menos o lindo drible de Andrés Iniesta já valeu o ingresso para os catalães. Além disso, o Atlético de Madrid, que também estava com 100% de aproveitamento em La Liga, sofreu sua primeira derrota, então os comandados de Tata Martino não saíram no prejuízo.

 

A goleada

PEC Zwolle 6 x 1 ADO Den Haag

Tudo bem que é a coisa mais fácil do mundo ir até a rodada da semana da Eredivisie para encontrar uma goleada aleatória, mas esta tem relevância para o Campeonato. A vitória do Zwolle sobre o Den Haag, somada ao empate entre Twente e Ajax e à derrota do PSV Eindhoven, fez o time encostar na ponta da tabela. Com a mesma quantidade de pontos que PSV e Ajax, os Blauwvingers ultrapassaram o time de Amsterdã no saldo de gols por um tento e são os terceiros colocados. A equipe de Eindhoven está

O craque

Giuseppe Rossi
Fiorentina 4 x 2 Juventus

Grande nome da virada impressionante da Fiorentina sobre a Juventus, o craque da rodada não poderia ser outro senão Rossi. Com um passado marcado por lesões, o atacante parece ter encontrado em Florença o local ideal para atuar. Encaixou-se muito bem no time, e sua atuação de gala, com três gols, o colocou na artilharia da Serie A, com oito no total. Se mantiver o alto nível desse início de temporada, Rossi pode ter certeza de que estará no grupo de Cesare Prandelli para a Copa do Mundo.

O golaço

Zlatan Ibrahimovic
Paris Saint-Germain 4 x 0 Bastia

A dupla de atacantes formada por Zlatan Ibrahimovic e Edinson Cavani voltou a brilhar no PSG. Além de cada um marcar dois gols no triunfo sobre o Bastia que manteve a equipe na liderança da Ligue 1, o sueco e o uruguaio foram responsáveis, cada um, por verdadeiras pinturas. Cavani fez fila na zaga do Bastia, limpou o goleiro e empurrou para a rede mesmo sem ângulo. Poderia ter sido o golaço da rodada, mas pouco antes Ibra havia marcado um gol insuperável. Usando todo o recurso que adquiriu durante o tempo em que lutava Taekwondo, o sueco fez um movimento acrobático para marcar um lindo gol. Com uma ajudinha do Monaco, que viu uma vitória por 2 a 0 escapar e acabou empatando, o PSG agora lidera de forma isolada o Campeonato Francês, com dois pontos a mais que o vice-colocado.

O brasileiro

Gabriel
Milan 1 x 0 Udinese

Apesar de não fazer grande jogo, o Milan voltou a vencer na Serie A. O jogo teve golaço de Valter Birsa e o retorno de Kaká aos gramados após pouco mais de um mês desfalcando o time por contusão. Ainda assim, o atleta que talvez tenha saído mais contente do San Siro neste sábado foi Gabriel. O goleiro brasileiro de apenas 21 anos fez sua estreia pelo Milan e conseguiu sair de campo sem ser vazado. Considerando que no ataque da Udinese estava Antonio Di Natale, é um feito e tanto, mesmo que o time de Udine tenha testado o arqueiro apenas em duas oportunidades.

O artilheiro

Alfred Finnbogason
Heerenveen 2 x 3 Vitesse

O Heerenveen pode ter sido derrotado em casa, mas não foi pela omissão de Alfred Finnbogason. O atacante islandês, que deverá ser a principal arma da seleção do país para a repescagem contra a Croácia, voltou a deixar o seu na Eredivisie, abrindo o placar. O Heerenveen chegou a fazer dois a zero, mas sofreu a virada, com boa atuação de Lucas Piazón pelo Vitesse. O tento marcado por Finnbogason no final do primeiro tempo foi seu 11º em apenas oito jogos no Campeonato Holandês.

O melhor jogo coletivo

Arsenal 4 x 1 Norwich

O Arsenal deu sequência ao espetacular início de temporada que faz com uma vitória incontestável sobre o Norwich. Mesut Özil teve boa atuação individual, assim como Ramsey, principal jogador da partida; Giroud também foi bem, servindo bastante o time e dando duas assistências para gol. No entanto, embora os talentos individuais tenham brilhado, o trabalho coletivo do time de Arsène Wenger também impressionou. E o gol de Jack Wilshere que abriu o placar é perfeito para representar a qualidade do grupo dos Gunners.


Arsenal vs Norwich 1:0 Jack Wislhere por footballdaily1