Wayne Rooney viveu um dia especial nesta sexta-feira. Capitão da seleção inglesa pela primeira vez, o atacante marcou dois gols na goleada por 5 a 0 sobre San Marino. O jogador do Manchester United confessou o desejo de vestir a braçadeira em novas oportunidades, embora respeite o posto ocupado atualmente por Steven Gerrard.

“Se você tem a oportunidade de capitanear o seu país, é algo que deve agarrar com as duas mãos. No futuro, espero que isso se repita. Porém, Steven é nosso capitão no momento e ele será um exemplo de liderança para nós”, declarou.

Sobre sua postura, Rooney reiterou o desejo de ajudar a desenvolver os jogadores mais novos: “Eu não terei uma maneira diferente de observar o jogo ou de fazer as coisas. Sempre tento conversar com meus companheiros e sentir o que pode ajuda-los. É algo que eu tive sorte de contar quando era jovem e que pode ser um benefício”

Rooney ainda comentou o fato de ter se tornado o quinto maior artilheiro da história do English Team, com 31 gols: “Obviamente é uma grande honra para mim. Grandes jogadores estão entre os cinco maiores artilheiros da seleção e estou orgulhoso disso. Espero que muitos outros gols possam vir, tenho apenas 26 anos”.