Cristiano Ronaldo ainda encontra dificuldades para se adaptar ao futebol italiano e, neste domingo, precisou insistir bastante para marcar contra o Frosinone, e conseguiu apenas aos 36 minutos do segundo tempo, depois de ser frustrado algumas vezes por Marco Sportiello e soltar algumas finalizações tortas. Foi o primeiro gol da vitória por 2 a 0 da Juventus, fora de casa, a quinta em cinco rodadas para a Velha Senhora no Campeonato Italiano. 

Além das dificuldades inerentes a uma mudança de time e de país, Ronaldo parece em uma fase técnica abaixo do normal. Não está pegando a bola em cheio, como se estivesse esquecendo de passar giz na ponta do taco. Houve duas finalizações, em especial, que mostraram isso. Uma tentativa cruzada que saiu pulando e uma sobra dentro da área que ele isolou por cima do travessão. 

O gol poderia ter saído aos sete minutos, mas Sportiello desviou o chute de Ronaldo, e Marco Capuano tirou em cima da linha. O goleiro do Frosinone ainda frustrou Ronaldo bloqueando a primeira trave e, no segundo tempo, abafando um toque de calcanhar, da entrada da pequena área. Quando Pjanic tentou o chute, a bola bateu na defesa e sobrou para Ronaldo, no limite da linha de impedimento, tocar de perna esquerda para o fundo das redes. 

Foi o terceiro gol de Ronaldo com a camisa da Juventus. Ele havia marcado duas vezes contra o Sassuolo, no último fim de semana. E, nesse intervalo, foi expulso contra o Valencia. Federico Bernardeschi, já nos acréscimos, fez o segundo. 


Os comentários estão desativados.