O Real Madrid não mereceu, mas venceu o Cádiz por 2 a 1 na estréia de ambas as equipes no Espanhol 205/2006. O estreante Robinho estreou bem, armando, junto com Ronaldo, a jogada do segundo gol, de Raúl.

O jogo mal havia começado quando Ronaldo recebeu na meia lua da grande área e, com um chute forte, abriu o marcador. No restante do primeiro tempo, no entanto, o time merengue tirou o pé, permitindo a pressão do Cádiz, que esteve perto de marcar diversas vezes.

O empate aconteceu aos 18 do segundo tempo, com um belo gol de Pavoni depois de uma bobeada da zaga do Madrid. Menos de um minuto depois, Luxemburgo tirou Gravesen, único volante do time, e colocou Robinho.

O ex-santista entrou com personalidade, fazendo duas jogadas bonitas. Ficou alguns minutos “adormecido” e, pouco antes dos 40, matou uma bola na entrada da área, driblou um zagueiro e entregou a Ronaldo. O Fenômeno foi companheiro e entregou o gol feito para Raúl. Minutos depois, Robinho ainda “pedalou” dentro da área e entregou a Helguera, que bateu no travessão.