Com o tropeço do Milan no dia anterior, a Roma precisava vencer o Napoli para se aproximar do rival rossonero na briga por uma vaga na próxima edição da Champions League. Mas os giallorossi sucumbiram a uma grande atuação dos partenopei, que venceram por 4 a 1 e voltaram a ficar a 15 pontos de distância da líder Juventus.

Logo aos 2 minutos, Arkadiusz Milik recebeu passe de Simone Verdi dentro da área pelo lado esquerdo, e sem receber combate, mesmo com a bola desajeitada, conseguiu arrematar de esquerda e abrir o placar. O Napoli seguiu dominando a partida e teve chances de ampliar ainda no primeiro tempo. Entretanto, a Roma conseguiu uma sobrevida na partida nos acréscimos, em pênalti cometido pelo goleiro Alex Meret. Perotti converteu a cobrança e levou o empate para o vestiário.

Mas na volta para a segunda etapa, cinco minutos foram o suficiente para o Napoli retomar a dianteira no marcador. Durante um ataque napolitano, a bola estourou na zaga e caiu nos pés de Callejon pelo lado direito. O jogador centrou de forma rasteira, a bola passou por toda a extensão da pequena área e Mertens completou para o gol vazio. Mais cinco minutos e o Napoli ampliou em lance de contra ataque. Fabian Ruiz carregou a bola pelo lado esquerdo e tocou para o meio da grande área onde Verdi teve liberdade para dominar e finalizar a gol.

O Napoli ainda transformou a vitória em goleada aos 36 minutos, com Younes, que aproveitou bola rebatida e passou fácil pela frágil marcação da Roma para chutar, ficar com o rebote e enfim marcar o quarto gol do Napoli na partida e definir o placar.

O resultado elástico muda pouca coisa para o Napoli, mas deixa a Roma na sexta colocação, com 45 pontos, atrás da Atalanta que roubou a quinta posição ao vencer o Parma por 3 a 1, fora de casa. A Roma ainda pode terminar fora da zona de classificação da Liga Europa, em caso de vitória dos arquirrivais da Lazio contra a Inter, em Milão.