A Roma segue em sua recuperação na Serie A. Já são três vitórias consecutivas da equipe, que vinha sob questionamentos e cobranças sobre o técnico Eusebio Di Francesco. Neste sábado, os giallorossi não cumpriram mais do que sua obrigação ao derrotarem o Empoli por 2 a 0, na visita ao Estádio Carlo Castellani. Foi um jogo difícil, no qual os anfitriões incomodaram bastante, mas não aproveitaram as várias chances criadas. E a boa sequência rende uma tranquilidade momentânea aos romanistas, que assumem de maneira provisória a terceira colocação, ainda esperando os desdobramentos da rodada para saber se continuarão na zona de classificação à Champions. Em um campeonato equilibrado, este é o objetivo do momento, considerando a disparada da Juventus.

Sem que o Empoli aproveitasse os contra-ataques que criou no início, a Roma abriu o placar aos 36 minutos. Lorenzo Pellegrini cobrou falta em direção à área e Steven N’Zonzi apareceu para arrematar. No segundo tempo, os anfitriões chegaram a carimbar a trave e ainda desperdiçaram um pênalti, cobrado por Francesco Caputo sobre o travessão. Mesmo que a partida oferecesse novas oportunidades, a ordem era não mandar para fora. Assim, diante dos erros dos adversários, os romanistas matariam a partida aos 40, em ataque rápido no qual Edin Dzeko invadiu a área e estufou as redes, dando continuidade a uma semana já prolífica na Champions. Mais uma vez, se reivindica como protagonista na recuperação dos giallorossi.


Os comentários estão desativados.