Roger, ex-lateral-esquerdo do Corinthians, obteve a nacionalidade polonesa nesta quinta-feira. O jogador do Legia Varsóvia mantém as esperanças de ser convocado pela seleção para a disputa da Eurocopa.

Em cerimônia pública, Lech Kaczynski, presidente da Polônia, desejou boas-vindas ao brasileiro, nascido em São Paulo. “Prometo fazer o meu melhor para representar dignamente o país em campo e também fora dele”, disse Roger.

Na quarta-feira, o treinador Leo Beenhakker havia manifestado sua intenção de contar com o jogador na lista provisória de 31 atletas chamados para a Euro. Roger precisa esperar um pouco mais para defender a seleção. Ele precisa de uma autorização da Fifa.

O agora polonês está desde 2006 no Legia Varsóvia, após passagens por Corinthians, Flamengo, São Caetano, Juventude e Celta.