Apesar de ter convocado 31 jogadores para enfrentar Polônia e Portugal, neste começo de setembro, pela Liga das Nações, o técnico Roberto Mancini afirmou que está difícil encontrar jogadores italianos para montar a sua seleção porque nunca houve tão poucos atuando pelos clubes do país. Entre os atletas chamados, cinco receberam a primeira convocação e oito ainda não entraram em campo pelo time tetracampeão do mundo.

“A utilização de jogadores italianos nunca esteve tão baixa e, portanto, precisamos inventar alguma coisa”, justificou Mancini, ao explicar a convocação inchada e cheia de caras novas. “Por essa razão, eu chamei certos jogadores. Porque acredito que eles são italianos muito bons, certamente melhores do que muitos estrangeiros que estão jogando no lugar deles”. Entre os jovens chamados, estava o atacante Pietro Pellegri, de 17 anos, do Monaco, que acabou cortado por lesão. Além dele, o meia Nicolò Zaniolo, da Roma, de 19 anos.

“Eles são dois que queríamos ver mais de perto porque acreditamos que têm grande habilidade. Zaniolo foi muito bem no Europeu sub-19 e, aos 19 anos, um bom jogador tem que jogar. No passado, vários de seus semelhantes já atuavam por grandes clubes e isso precisa acontecer hoje em dia também. Acontece em outros países. Ele fez parte do time que chegou à final do Europeu sub-19. Então por que não pode jogar na primeira divisão? O meio-campo é uma área em que temos alguns problemas por causa do baixo uso de jogadores como (Lorenzo) Pellegrini, (Bryan) Cristante, (Roberto) Gagliardini e outros”, afirmou.

O New York Times publica dados da agência italiana Ansa afirmando que apenas 30% dos jogadores da Serie A são elegíveis para defender a Itália, contra 60% doze anos atrás. Diante disso, Mancini quis enviar uma mensagem. “Entre os times 19, 20 e 21, temos jovens talentosos, mas eles precisam jogar. Precisa haver coragem. Estamos convencidos que aqueles que jogam bem nos times de base podem fazer o mesmo nos níveis mais altos, então tudo que precisamos fazer é esperar e torcer para ver nossos jovens no campo, jogando regularmente, em um nível alto”, encerrou.


Os comentários estão desativados.