Arjen Robben parou de jogar em julho do ano passado. Manteve a forma treinando nas instalações do Bayern de Munique e de vez em quando dava umas dicas de que poderia voltar aos gramados, embora não pelos bávaros. Neste sábado, tomou a decisão final. O holandês de 36 anos tentará voltar para defender o Groningen, clube em que foi revelado, e ajudá-lo a se recuperar da crise causada pela pandemia de coronavírus.

A temporada 2019/20 da Eredivisie foi cancelada, em abril, após ser paralisada para conter a disseminação da COVID-19, sem campeão ou rebaixados, com o Groningen em nono lugar. Robben passou dois anos no clube do norte dos Países Baixos antes de se transferir ao PSV, em 2002. Depois, teve uma das carreiras mais condecoradas do futebol, por Chelsea, Real Madrid e Bayern de Munique.

“Depois de uma incrível aventura de 18 anos, estou voltando para casa”, afirmou Robben em um vídeo publicado no Twitter do Groningen. “Estou voltando durante este momento difícil de crise, que também atinge o Groningen”.

“É ótimo ver como todos estão ajudando o clube. Eu também ajudei e isso em fez pensar no que mais poderia fazer pelo nosso clube. Nessas últimas semanas, tive muitas conversas com o clube e, talvez mais do que tudo, eu ouvi o pedido dos nossos torcedores. ‘Arjen, siga seu coração’. Um retorno, como jogador do Groningen”.

“Comecei a pensar nessa ideia e agora a tornei minha missão. Quero voltar a ser jogador de futebol defendendo o Groningen”, acrescentou.

Robben, porém, ainda não sabe se conseguirá recuperar o condicionamento físico para realmente conseguir contribuir com o Groningen, depois de um ano parado e ao fim de uma carreira muito prejudicada por lesões.

“Neste momento, não tenho certeza se acontecerá, mas tenho certeza que minha motivação será 100%. Será um difícil desafio físico, mas vou tentar! Vou trabalhar duro e, quando tudo parecer que está bem, eu me juntarei ao time para o primeiro treinamento da nova temporada”.

“Espero ver todos vocês assim que possível porque meu sonho é jogar com a camisa do Groningen. Ainda não chegamos lá, mas podemos sonhar. Espero vê-los em breve!”, encerrou.

Queridos amigos do futebol e torcedores do Groningen,

Eu tinha 12 anos quando comecei jogando nas categorias de base do Groningen. Estreei em casa contra o Feyenoord quando tinha 16. Dois anos depois, eu me transferi para o PSV. Depois de uma incrível aventura de 18 anos, estou voltando para casa. De volta ao Groningen. Estou voltando durante este momento difícil de crise, que também atinge o Groningen. É ótimo ver todos como todos estão ajudando o clube. Eu também ajudei o clube e me fez pensar no que mais eu poderia fazer pelo nosso clube. Nessas últimas semanas, tive muitas conversas com o clube, e talvez mais do que tudo, eu ouvi o pedido dos nossos torcedores. “Arjen, siga seu coração”. Um retorno, como jogador do Groningen. Comecei a pensar nessa ideia e agora a tornei minha missão. Quero voltar a ser jogador de futebol defendendo o Groningen. Neste momento, não tenho certeza se acontecerá. Mas tenho certeza que motivação será 100%. Será um desafio físico difícil, mas vou tentar! Vou trabalhar duro e, quando tudo parecer que está bem, eu me juntarei ao time para o primeiro treinamento da nova temporada. Espero ver todos vocês assim que possível porque meu sonho é jogar com a camisa do Groningen. Ainda não chegamos lá, mas podemos sonhar. Espero vê-los em breve!

.