River Plate reforça suas credenciais e derrota o Guaraní dentro do Defensores del Chaco

Millonarios largam em ótima vantagem nas oitavas de final da Copa Libertadores, após semanas de muita confusão

Depois de semanas bastante movimentadas, o River Plate deixou as questões extracampo de lado e deu um passo importante rumo às quartas de final da Copa Libertadores. Favoritos contra o Guaraní, os Millonarios já conquistaram um ótimo resultado logo em Assunção. Em um bom jogo, bastante intenso e pegado, fizeram valer a superioridade dentro do Defensores del Chaco e voltam para Núñez com o triunfo por 2 a 0 na bagagem. Os aborígines tiveram suas oportunidades para marcar, mas a noite foi mesmo do time de Marcelo Gallardo, que assegura uma tranquilidade imensa para decidir o confronto diante de sua torcida, no Monumental.

Bem mais ofensivo, o River Plate passou o primeiro tempo inteiro pressionando. Rondava a área do Guaraní, mas pecava na hora de finalizar, sem acertar o alvo. E, em um lance fortuito, por muito pouco os aurinegros não abriram o placar, parando no goleiro Augusto Batalla. Pouco depois, os argentinos concretizariam sua vantagem graças a Ignacio Scocco. Estreando no novo clube, o veterano cobrou falta e bola desviou na barreira para morrer nas redes. Minutos depois, um refletor se apagaria no Defensores del Chaco, causando a paralisação do jogo. Apesar de alguns sustos dos anfitriões na retomada do confronto, o triunfo parcial dos Millonarios era merecido.

Já no segundo tempo, o Guaraní saiu mais para o ataque. A melhor chance, de novo, esbarrou em Batalla. Epifanio García arrematou a queima-roupa, mas o goleiro providenciou o milagre com o pé. A partida, que já era jogada em alta voltagem, aumentou a intensidade. Sobrava vontade de ambos os lados, o que por vezes resultava em entradas fortes. Enquanto os aurinegros buscavam o empate desesperadamente, o River Plate tentava jogar no erro do adversário. Pouco a pouco, os argentinos ameaçavam. E em um duelo que ficou totalmente aberto, o segundo gol saiu aos 42. Cobrança de falta de Pity Martínez, que Marcelo Larrondo desviou sozinho dentro da área. Não haveria mais tempo para reagir.

Consequência do caso de doping envolvendo dois jogadores do River Plate, o elenco inteiro relacionado por Marcelo Gallardo em Assunção precisou passar por exames depois da partida. Nada que cause muita preocupação no clube, reafirmando a sua inocência, diante da suposta contaminação de um suplemento. Além disso, os reforços recentes já representaram o seu valor, com Javier Pinola aparecendo na defesa e Scocco anotando seu gol. Calmaria que contrasta com as turbulências recentes, até diante das acusações de dirigentes do Guaraní sobre as benesses dos argentinos junto à Conmebol. Dentro de campo, sobrou mesmo a qualidade dos Millonarios.