O Barcelona está movimentando muito as especulações do mercado de transferências. Neymar e Antoine Griezmann são especulados para chegar ao clube da Catalunha e provavelmente por valores bastante altos. O ex-jogador Rivaldo comentou sobre a possibilidade dos quatro atuarem juntos e não só disse que seria espetacular, como acha que é possível que consigam jogar no mesmo time.

Além de comentar as possíveis contratações do seu ex-clube, o Barcelona, Rivaldo ainda comentou sobre o uso do VAR, do qual ele é crítico, sobre a falta de títulos de Lionel Messi pela seleção argentina, a reconstrução da seleção brasileira e especificamente sobre Gabriel Jesus. Ele também falou sobre Vinícius Júnior no Real Madrid e como o time da capital espanhola deve ser mais forte nesta temporada.

“Sempre fui contra o VAR”

“Como eu já falei anteriormente, eu sempre fui contra o VAR e acredito que ele está estragando o futebol com pausas sucessivas”, afirmou Rivaldo.

“Neste jogo do Brasil com a Argentina, mesmo não achando que isso ia mudar a situação porque de momento o Brasil tem mais time que os argentinos, a verdade é que houve dois lances que podiam ter sido pênaltis, porém o VAR acabou não intervindo nesses lances e podemos dizer que a Argentina acabou sendo mais prejudicada”, continuou o ex-jogador da seleção brasileira.

“Em minha opinião, o VAR acaba atrapalhando também na Europa que até já tem mais experiência na utilização dessa ferramenta, então é normal que aqui na América do Sul acabe errando igual ou pior”, disse ainda Rivaldo.

“Isso sempre ficará ao critério de quem está lá na salinha assistindo na tela, e nesse jogo até poderia ter parado para avaliar o lance que poderia ter sido pênalti do Daniel Alves, só que sucede que no desenrolar da jogada o Brasil acabou marcando e isso complicou ainda mais uma eventual revisada”, declarou.

“Resumindo, eu continuo defendendo que o VAR não veio para ajudar, mas sim para atrapalhar e nós temos visto isso em várias competições. Só o juiz da partida e seus bandeirinhas acabam ganhando com isso, pois sua responsabilidade fica bem menor e tudo cai sobre o VAR que está avaliando os lances na tela”, criticou Rivaldo.

“Messi merece a Bola de Ouro”

“Nesse momento, eu acredito que o Messi se sinta triste por estar lutando tanto por sua seleção e não estar conseguindo títulos. A Argentina não vence a Copa América desde 1993 e ele desejaria muito vencer essa competição”, afirmou o ex-jogador do Barcelona, que assim como Messi, jogou com a camisa 10 no clube catalão, depois de iniciar a carreira por lá com a 11.

“Mas eu também fico triste por ele representar tanto para o futebol e não estar conseguindo esse último passo em sua carreira, porém isso é o futebol e muitos jogadores europeus também foram grandes nomes no passado e nunca venceram a Eurocopa com suas seleções”, disse Rivaldo.

“De qualquer forma, o Messi ainda tem possibilidade de ganhar com a Argentina pois já no ano que vem tem Copa América e em 2022 há Copa do Mundo no Catar, então eu acredito que lhe restam duas chances de poder vencer com seu país”, disse um otimista Rivaldo.

“Sem dúvida que se você for analisar os times argentinos de há alguns anos você vai encontrar times muito fortes e respeitados onde havia muitos jogadores de qualidade, e era muito difícil ganhar da Argentina”, avaliou o ex-jogador.

“Hoje só se fala do Messi, mas noutros tempos se falava de todo um time que não dependia de nenhum jogador específico, então talvez o Messi também não tenha tido a sorte de brilhar no tempo certo na Argentina. Hoje em dia, quando o Brasil enfrenta uma Argentina, sabendo que Messi é seu melhor jogador, com certeza irá montar um sistema que tente controlar o astro argentino e isso dificulta sua vida”, disse ainda Rivaldo, campeão do mundo em 2002 pelo Brasil e que atuou ainda na Copa de 1998, quando foi vice-campeão.

“Dessa vez, Casemiro, Arthur e Coutinho colaboraram bem numa marcação por zona que acabou dando resultado, e isso não acontece no Barcelona onde o Messi tem mais liberdade por ter a seu lado outros grandes jogadores, além de que não é tão cobrado para recuar em busca da bola ou em missões mais defensivas”, avaliou o melhor jogador do mundo em 1999.

Para Rivaldo, aliás, a Bola de Ouro deveria ser de Messi nesta temporada. “Acredito que a Bola de Ouro desta temporada, na minha opinião, é de Messi por tudo que ele fez. Não foi campeão da Champions League, mas como o prêmio é individual, fez muitos gols, gols muito importantes, então eu acredito que ele merece”, afirmou o brasileiro.

Messi, Suárez, Neymar e Griezmann: “Seria espetacular”

Há a especulação da volta de Neymar ao Barcelona e Rivaldo se mostrou bastante favorável. Mais do que isso, ele acha que se Griezmann também chegar, pode ser incrível para o Barcelona. “No momento, o que eu gosto é de Neymar e eu gostaria muito que ele voltasse ao Barcelona”, afirmou Rivaldo.

“Um ataque com esses quatro jogadores seria realmente espetacular e eu acho que isso é possível, embora dependesse sempre do sistema que o técnico do Barcelona montasse para que tal fosse operacional”, disse Rivaldo.

“Seria uma questão de treinamento nessa pré-temporada e o Barcelona ficaria muito forte com esse quarteto. Eu não vejo problema em ter os quatro jogando porque o Barcelona tem um modo de jogar que o permite, afinal passa 70/80% do tempo com a posse de bola, em situação ofensiva, e ter esses quatro jogadores no ataque seria sensacional”, opinou o brasileiro.

“Esta temporada será melhor no Real Madrid”

“Apesar das declarações do Vinícius Junior, eu acredito que ele pode jogar tranquilamente com Eden Hazard no Real Madrid e até podem formar uma parceria bem bacana”, disse Rivaldo. “Jogar na companhia de um jogador desse nível só pode o tranquilizar pois irá beneficiar a ele e ao Real Madrid. Ter jogadores que fazem diferença do seu lado sempre é uma vantagem, e ele só tem de se dedicar e trabalhar para ganhar seu lugar no time inicial”.

“Todo esse entrosamento de que os jogadores vão precisar nessa fase inicial de muitas mudanças do Real Madrid será trabalho de Zinedine Zidane que já mostrou ser um excelente técnico”, continuou Rivaldo.

“Em jogador, o Zidane era um falso lento muito inteligente em campo e certamente terá um plano para colocar esses dois jogando bem e comunicando bem dentro do gramado, não tenho dúvida disso. Esta será uma temporada bem diferente para melhor no Real Madrid”, disse ainda o ex-jogador, que enfrentou Zidane na época dos galácticos.

“Gabriel Jesus está provando sua qualidade”

“O Brasil está construindo um excelente elenco de jovens jogadores com vista à Copa do Mundo em 2022 e parece estar aproveitando essa Copa América para ganhar confiança, algo que pode repetir já em 2020 pois terá outra Copa América”, disse Rivaldo.

“Todos sabemos que as coisas não correram bem para Gabriel Jesus na Copa do Mundo em 2018, pois acabou sendo escalado no time titular e não conseguiu fazer gols”, disse o ex-jogador. “Agora, Tite manteve sua confiança nele e apostou no menino na Copa América e ele está provando sua qualidade, afinal de contas ainda é muito jovem e tem grande margem de evolução e muitas oportunidades para brilhar”.

“Ele teve uma temporada onde acabou perdendo importância no time do Manchester City e poderia estar mandando uma mensagem para o Guardiola, mas não acredito que seja esse o caso, afinal foi o técnico espanhol que o contratou e certamente saberá de suas qualidades. Mas o Guardiola estará feliz por o ver brilhando por sua seleção e ganhando confiança para a nova temporada”, afirmou o jogador.