A Arte Pop foi uma tendência que influenciou muito diversos aspectos da cultura mundial. Cinema, artes plásticas, até a publicidade tomou para si. Mas imaginar que poderia ser usada por uma empresa para fazer uma chuteira é algo que realmente não dá para esperar. Mesmo assim, foi o que a Puma fez no lançamento da chuteira evoPOWER 1.2, que, claro, promete, além do design curioso, grande desempenho.

LEIA TAMBÉM: Este gol de Carlos Alberto Torres na final da Copa de 1970 em formato 8-bit é maravilhoso

A definição de Arte Pop, segundo o Itaú Cultural, é essa:

Na década de 1960, os artistas defendem uma arte popular (pop) que se comunique diretamente com o público por meio de signos e símbolos retirados do imaginário que cerca a cultura de massa e a vida cotidiana. A defesa do popular traduz uma atitude artística contrária ao hermetismo da arte moderna. Nesse sentido, a arte pop se coloca na cena artística que tem lugar em fins da década de 1950 como um dos movimentos que recusam a separação arte/vida. E o faz – eis um de seus traços característicos – pela incorporação das histórias em quadrinhos, da publicidade, das imagens televisivas e do cinema.

Bom, o que se vê na chuteira é um pouco o que lembra o seriado do Batman nos anos 1960, com Adam West – não por acaso, época que o movimento aconteceu. A chuteira traz balões com “BAM!” e “POW”. O design lembra mesmo quadrinhos e é bastante chamativa: traz laranja e azul, além de branco. As cores são fortes e intensas, o que torna difícil ignorar alguém que a vista. Realmente.

Se a chuteira traz o conceito de arte pop no design, certamente não pode ser chamada de popular no preço. Segundo a Puma, a chuteira tem preço R$ 699 no Brasil e modelos de campo, futebol society e futsal. A chuteira já pode ser comprada no site da empresa e nas lojas de varejo.

Veja as fotos e avalie se vale a pena. Para quem gosta de chamar a atenção, bom, parece ser uma boa escolha.