De três anos para cá, desde sua transferência ao Liverpool, Andrew Robertson se estabeleceu como um dos principais laterais do mundo, alguém com bastante propriedade para falar sobre a função. E, para o escocês dos Reds, Alphonso Davies, do Bayern de Munique, já está entre os melhores do mundo na posição: “É alguém que gosto de ver jogar”.

Em entrevista à BT Sport, Robertson se derreteu pelo colega de posição, exaltando sobretudo a grande jogada individual do canadense para se livrar da marcação do Barcelona e servir para o gol de Kimmich no 8 a 2 do Bayern sobre os catalães: “Não espere que eu faça isso tão cedo. Foi simplesmente incrível. Provavelmente tirou cinco ou seis deles (jogadores do Barça) com uma só jogada. (Davies) É um jogador fenomenal, alguém que gosto de ver jogar. Acho que todo o mundo está curtindo acompanhá-lo no momento, e eu não sou diferente”.

Convidado a eleger os melhores laterais esquerdos do mundo, Robertson incluiu o jovem do Bayern, que tem apenas 19 anos e sequer era lateral de origem, na lista, afirmando que o garoto deverá melhorar ainda mais. Por fim, completou a relação com um colega de Premier League e dois medalhões do futebol espanhol.

“Acho que o Alphonso Davies (é um dos melhores laterais esquerdos do mundo). Já é um jogador de nível mundial, mas só vai melhorar. O Ben Chilwell é alguém que amo ver na Premier League. Então, eu diria que o Jordi Alba, o mais experiente dos três, talvez chegando ao fim de sua carreira. Mas que carreira ele teve! Ele e o Marcelo (do Real Madrid) provavelmente levaram os laterais esquerdos a um outro nível.”

Cada qual à sua maneira, Andrew Robertson e Alphonso Davies tiveram ascensões destacáveis em suas carreiras. O primeiro tomou um caminho longo, iniciando sua carreira no histórico, mas modesto e amador Queen’s Park, da Escócia, hoje na quarta divisão, em 2012. Dois anos depois, tendo passado pelo Dundee United, da primeira divisão, se transferiu ao Hull City, em que ficou por três anos, antes de assinar com o Liverpool em 2017.

Já Alphonso Davies teve crescimento relâmpago: chegou a um acordo com o Bayern de Munique com apenas 17 anos, contratado como um promissor ponta do Vancouver Whitecaps. Fez sua estreia no começo de 2019 e, um ano e meio depois, já em nova posição, se põe com justiça entre os melhores de sua função no mundo.