O Derbi Madrileño tem se caracterizado nos últimos anos por ser muito acirrado, com poucos gols e muita preocupação dos dois lados em não perder. No duelo deste sábado (1), quem se deu melhor foi o Real Madrid, mais uma vez fazendo seu serviço lá atrás e aproveitando sua oportunidade na frente para bater o Atlético de Madrid. Mais especificamente, com Karim Benzema, autor do gol da vitória por 1 a 0 que teve participação decisiva de Vinícius Júnior.

A crônica espanhola se divide ao falar sobre os motivos por trás do grande momento defensivo do Real Madrid. Parte destaca a entrada de Ferland Mendy no time, um lateral esquerdo mais inclinado a defender do que atacar, um contraste enorme com o titular de mais de uma década, Marcelo. Outra parte aponta para o gol, onde Thibaut Courtois vive sua melhor fase desde chegar à capital espanhola.

Seja pela presença do francês na lateral ou pelo momento do goleiro belga, o setor está bastante equilibrado, e os números impressionam: desde 22 de outubro, o Real Madrid não perdeu um jogo sequer em 21 partidas. Além disso, saiu sem ser vazado em 13 desses 21 confrontos. Neste período, sofreu apenas nove gols.

Este poderio defensivo foi posto à prova neste sábado, no Santiago Bernabéu, sobretudo no primeiro tempo. Apesar de começar melhor o clássico, o Real viu o Atlético inverter as ações e criar as melhores oportunidades da primeira etapa.

Entre si, Morata, Vitolo e Ángel Correa se movimentaram bastante e criaram muito perigo a Courtois. O belga parou Vitolo em finalização forte de dentro da área. Mais tarde, contou com a trave para manter o 0 a 0 depois de boa combinação de passes entre Correa e Vitolo. Correa, perto do fim do primeiro tempo, acabou por desperdiçar a melhor oportunidade, chutando rasteiro, à direita do gol, ao tentar tirar a bola do alcance do goleiro belga.

Para o segundo tempo, o Real Madrid precisava de alterações em sua criação de jogadas. Por isso, Zidane promoveu mudanças na escalação desde o começo da segunda etapa. Vinícius Júnior e Lucas Vázquez voltaram do intervalo direto para o gramado, no lugar de Kroos e Isco.

A mudança surtiu efeito, sobretudo com Vinícius Júnior. Vivendo bom momento, acentuado no meio da semana com seu gol contra o Zaragoza, pela Copa do Rei, o brasileiro não balançou as redes aqui, mas foi fundamental na jogada de gol de Benzema. Segurou a bola, esperando a passagem de Mendy, tocou com precisão para o lateral, que cruzou para o conterrâneo apenas desviar e vencer Oblak.

Com o triunfo no clássico, o Real complicou mais ainda a temporada do Atleti, que não vence há três jogos em La Liga e corre o risco de cair para o sétimo lugar ao fim da atual rodada. De quebra, ampliou a diferença para o vice-líder Barcelona para seis pontos, jogando pressão sobre o rival, que enfrenta o Levante no domingo.