O Real Madrid voltou a vencer o Sevilla, desta vez por 2 a 0, pelas semifinais da Copa do Rei, e se garantiu na decisão contra o Barcelona – que eliminou o Almería. Nesta quarta-feira, os heróis do dia foram o meia alemão Mesut Özil e o atacante togolês Emmanuel Adebayor.

Logo aos quatro minutos o Real quase abriu o placar. Ángel di María arriscou um chute de esquerda, de longe, e a bola bateu na trave. Na pressão, os merengues, dois minutos depois, chegaram perto de marcar novamente, após boa deixada de Karim Benzema para Cristiano Ronaldo, que finalizou com perigo.

Aos 11 minutos, Álvaro Negredo marcou para o Sevilla, mas ele estava impedido. Outra boa chance de gol só surgiu aos 30, desperdiçada por Cristiano Ronaldo para os merengues.

Já no segundo tempo, as equipes equilibraram bastante a partida. Aos 24 minutos, precisando da vitória para levar o jogo ao menos para a prorrogação, o técnico Gregorio Manzano mandou a campo Luis Fabiano, no lugar do estreante Ivan Rakitic, e ficou em campo com três atacantes: o brasileiro, Negredo e Frédéric Kanouté.

Pouco depois, aos 30 minutos, após cruzamento na área, Sergio Ramos falhou e a bola atravessou toda a pequena área, mas nenhum jogador do Sevilla apareceu para finalizar.

E para acabar com as esperanças dos visitantes, Mesut Özil, aos 36, marcou o gol da classificação madridista. Sami Khedira tocou para seu compatriota, que passou por Javi Varas e fez 1 a 0.

Já nos acréscimos, Adebayor recebeu um cruzamento pelo alto já dentro da área, dominou no peito e fuzilou o goleiro do Sevilla, decretando o placar de 2 a 0 para os merengues.

A final da competição, em jogo único, acontecerá em 20 de abril.

Confira os jogos da semifinal da Copa do Rei:

Quarta, 2/fevereiro
Almería 0x3 Barcelona (ida, 0x5)
Real Madrid 2×0 Sevilla (ida, 1×0)