O Real Madrid protagonizou a melhor campanha da história de La Liga em 2011/12. Pela primeira vez um clube chegou a 100 pontos na competição. Com 87,7% de aproveitamento, os comandados por José Mourinho ultrapassaram a melhor marca até então, dos merengues de Miguel Muñoz em 1960/61.

Se as chances de título em 2012/13 já parecem se distanciar do Real, repetir o desempenho da temporada passada é praticamente impossível. Em 13 rodadas, a equipe já desperdiçou 13 pontos no campeonato, um a menos do que nas 38 partidas da última campanha. Somente se vencer os seus próximos 25 compromissos é que os blancos podem igualar a marca.

Com o tropeço diante deste sábado, já são três derrotas no torneio – para Getafe, Sevilla e Betis. Uma a mais do que em 2011/12, quando Levante e Barcelona foram os únicos capazes de desbancar o Real. A esta altura do campeonato, o clube só tinha perdido cinco pontos na temporada passada, liderando com três de vantagem. A última vez que o Real teve um início tão irregular no torneio foi em 2008/09, quando anotou os mesmos 26 pontos em 13 rodadas e acabou vice-campeão, 12 atrás do Barcelona.

Além disso, o Barça tem a possibilidade de abrir 11 pontos de diferença, caso vença neste domingo. O Real Madrid nunca tirou uma distância tão grande dos rivais para conquistar La Liga. A melhor reviravolta protagonizada pelos merengues foi em 2002/03, quando a Real Sociedad abriu sete pontos na oitava rodada, mas o time da capital tomou a ponta na 24ª.

E, assim como o título, o Barcelona ameaça roubar também o trono do Real Madrid como melhor campanha de todos os tempos. Os blaugranas já registraram o segundo melhor início, com 11 vitórias e um empate. Para tentar atrapalhá-los, quem aparece no caminho neste final de semana é o Levante, justamente o adversário a impor a primeira derrota aos blancos em 2011/12. A história se repetirá?