A lista dos clubes que mais arrecadam no mundo mostrou mais uma vez o Real Madrid na liderança, pelo 11º ano consecutivo. O segundo colocado foi o Barcelona, outro espanhol. O que chama a atenção, porém, é que os times ingleses estão presentes em grande número entre os 30 primeiros colocados. São 17 times na lista dos 30 que mais arrecadam, mais da metade. E mais: uma perspectiva dada pela Deloitte, autora do levantamento, que o Manchester United deve ultrapassar o Real Madrid em receitas no próximo ano.

LEIA TAMBÉM: Salários: Juventus gasta 15 vezes mais que caçula da Serie A, mas só um terço do que o Barcelona

O ranking elaborado pela Deloitte leva em conta as receitas conseguidas pelos clubes com dia de jogo (o que inclui bilheteria e vendas no estádio, seja em comida, bebida ou produtos), direitos de TV (o que inclui as competições locais e europeias) e comerciais (o que inclui patrocínio e merchandising, por exemplo). Por tudo isso, dá para entender por que os ingleses passaram a ter uma presença tão forte no ranking e como isso deve até se intensificar com o acordo de TV que começa a vigorar na próxima temporada.

Entre os 30 primeiros colocados, só três clubes novos entraram na lista, todos ingleses: Crystal Palace, Leicester City e West Bromwich Albion, três clubes pequenos da Inglaterra. Entre os 10 primeiros, nenhum clube novo, apenas algumas mudanças de posições. O Barcelona, que tinha caído para quarto colocado no ranking anterior, atrás de Real Madrid, Manchester United e Bayern de Munique, desta vez é o segundo colocado. Tornou-se também o terceiro clube a romper a barreira dos € 500 milhões em receitas, junto com Real Madrid e Manchester United.

Outro dado interessante é que o ranking mostra o poderio financeiro das grandes ligas. Os grandes clubes europeus estão representados na lista, com apenas um deles não estando em nenhuma das cinco maiores ligas. Nos 30 primeiros colocados, 17 são da Premier League, três da Espanha, um da França, três da Alemanha, cinco da Itália e um da Turquia.

Italianos sofrendo para se manter no alto

A Juventus foi a vice-campeã europeia na temporada 2014/15, mas isso não fez com que o clube subisse no ranking. Continua em 10º lugar, com € 323 milhões de receitas. Além do time de Turim, outros três aparecem entre os 20 melhores: Milan em 14º (€ 199,1 milhões), Roma em 16º (€ 180,4 milhões) e Internazionale em 19º (€ 164,8 milhões).

O relatório, porém, traz a perspectiva que alguns italianos devem parar de aparecer entre os 20 primeiros nos próximos anos. Isso se dá por um dos problemas de arrecadação dos clubes do país, a bilheteria, muito por causa dos estádios antigos e, muitas vezes, sem ser do próprio clube. Normalmente os estádios são públicos na Itália, algo muito parecido com o Brasil. Com o crescimento de outros acordos de TV pela Europa, a dificuldade dos italianos aumenta ainda mais.

PSG, cavaleiro solitário da França

A França tem um clube, que é o Paris Saint-Germain, quarto colocado, acima até do Bayern de Munique nesta temporada. É o único representante da Ligue 1 no ranking, o que também ajuda a entender porque o clube parisiense nada de braçada no Campeonato Francês. Aliás, a subida de posição do clube tem a ver com a parte comercial: foi o que mais arrecadou comercialmente no ranking. E a situação na França não deve mudar. O relatório diz que dificilmente outros clubes franceses aparecerão entre os 30 primeiros no próximo ano, mesmo com os investimentos em estádios para a Eurocopa de 2016.

Galatasaray, o único de fora das grandes ligas

A presença do Galatasaray, em 21º lugar, também é surpreendente, dado a força de outras ligas. Está à frente de alguns clubes da Premier League e do Napoli, o 30º na lista.

O que se vê em um relatório como esse é que a predominância dos ingleses é assustadora e pode tornar muitos clubes tradicionais ainda menos fortes. Já vimos isso acontecer com os holandeses que, não por acaso, não aparecem no ranking dos 30 maiores em arrecadação. Em breve, se o cenário não mudar, podemos ver alguns dos clubes italianos caindo neste mesmo problema.

Tabela Football Money League

Tabela 2