Arquirrivais da capital da Espanha, Real e Atlético de Madrid anunciaram na quinta-feira (4) o lançamento de uma angariação de fundos para auxiliar as famílias mais vulneráveis afetadas pelo Coronavírus em Madri.

A campanha, apelidada MadridxMadrid (Madri por Madri), é um chamado aos cidadãos da capital espanhola para que ajudem aqueles em maior necessidade. O auxílio seria repassado com contribuições para diferentes ONGs, entre elas as Fundações ¡Help, Balia, Madrina e Pan y Peces, esta última, por exemplo, responsável pela distribuição de alimentos a famílias carentes.

Na página da campanha, o texto de introdução afirma que uma a cada sete pessoas na capital espanhola está passando por dificuldades, convidando então as outras seis a contribuírem. O chamado inclui ainda um pedido para que todos sejam porta-vozes do movimento, espalhando a mensagem em suas redes sociais por meio de vídeos.

A Espanha é um dos países mais afetados pela pandemia do novo Coronavírus. Com 27.133 mortos segundo a última contagem oficial, é o sexto país com mais vítimas fatais da Covid-19. Destes, aproximadamente 8 mil viviam em Madri.

A paralisação da economia espanhola provocada pela tentativa bem-sucedida de frear o avanço da doença levou a um número recorde de 5,2 milhões de pessoas buscando seguro-desemprego no mês de maio, segundo a agência Reuters.

Esportivamente, Real e Atlético seguem suas preparações para o retorno de La Liga, com data marcada para 11 de junho. A expectativa é de completar a competição, que ainda tem 11 rodadas a serem realizadas, até 19 de julho. Impossibilitadas de irem aos estádios acompanhar seus clubes do coração, torcidas espanholas têm protestado contra a volta do campeonato. “Não volta o futebol, volta o negócio de vocês” foi o lema repetido em diversas cidades.